Pravda.ru

Notícias » Sociedade


Equidade de Género: Prémios

26.03.2009 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), da Presidência da República, vai realizar a cerimônia de entrega do Selo Pró-Equidade de Gênero – 2009 hoje, dia 25, às 18h, no Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, em Brasília, para 23 empresas e instituições que totalizam mais de 300 mil funcionárias/os.

 A entrega do selo e troféus aos representantes das organizações ganhadoras será presidida pela ministra da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres (SPM), Nilcéa Freire e contará com a participação da Diretora do Escritório da Organização Internacional do Trabalho (OIT), no Brasil, Laís Abramo, e a vice-diretora do Fundo das Nações Unidas para o Desenvolvimento da Mulher (UNIFEM) Brasil e Cone Sul, Junia Puglia.


Na cerimônia de entrega do Selo, haverá uma exposição onde serão apresentados os produtos criados por estas organizações, evidenciando seu compromisso com as práticas de equidade de gênero.


Dentre as ações mais freqüentes efetivadas pelas organizações vencedoras, destacam-se:


· Inclusão do compromisso com a eqüidade de gênero no Planejamento Estratégico;
· Realização de levantamentos, pesquisas e censos para identificação de perfil da empresa com inclusão dos itens auto-declarativos raça/cor/orientação sexual nos cadastros de RH das empresas;
· Acesso de quaisquer funcionárias/os aos dados cadastrais sobre gênero e raça nas intranets das empresas;
· Incentivo à participação de mais mulheres nos treinamentos/cursos de capacitação (horários adequados às mulheres, estabelecimento de cotas para mulheres, etc.);


· Criação de cursos específicos de treinamento profissional para mulheres;
· Adoção de critérios em concursos para vagas oferecidas em áreas tradicionalmente masculinas (segurança, técnica) que possibilitem a participação de mulheres;
· Maior número de nomeações de mulheres para provimento de cargos de chefia e gerenciais;
· Introdução do tema Gênero nas palestras de recepção de novos empregados;
· Participação de integrantes do Comitê de Gênero da empresa na Comissão de Negociação do Acordo Coletivo de Trabalho;


· Aumento da participação de mulheres e negros/as na publicidade institucional das empresas e organizações;
· Adoção de linguagem não-sexista ao se referirem aos empregados/as nas mensagens, comunicações verbais e/ou de marketing;
· Concessão do benefício auxílio-creche para dependentes de empregados do sexo masculino;
· Crescimento da participação de homens nos Comitês de Gênero das empresas (até mesmo a paridade, em algumas empresas);
· Eleição de integrantes de subcomissões de gênero, em todas as unidades da federação, com participação voluntária de milhares de empregados/as;


· Inclusão da companheira (o) que conviva em união estável homoafetiva para efeito de todos os benefícios concedidos aos empregados/as;
· Ingresso das empresas nas campanhas do Laço Branco (homens pelo fim da violência contra as mulheres) e 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres;
· Incremento de palestras sobre eqüidade de gênero, em especial sobre assédio moral e sexual, dentre muitas outras temáticas.


História do Selo Pró-Eqüidade de Gênero


Lançado em 2005, o Selo Pró-Equidade de Gênero é uma iniciativa do Governo Federal, por meio da SPM, com o objetivo de estimular a igualdade entre homens e mulheres no mundo do trabalho, eliminando todas as formas de discriminação no acesso, remuneração, ascensão e permanência no emprego. O Programa Pró-Eqüidade de Gênero reafirma os compromissos de promoção da igualdade de gênero, inscrita na Constituição Federal de 1988, e conta com a parceria do Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (UNIFEM) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT).


A premiação


A premiação das empresas é o coroamento do processo que se inicia após a adesão voluntária da organização. O caráter voluntário evidencia uma sensibilização pré-existente na direção do grupo ou instituição para a temática da eqüidade de gênero.


Nesta segunda edição, foram inscritas 50 organizações entre empresas privadas e instituições públicas. Destas, 36 apresentaram e acordaram o seu Plano de Ação a ser implementado no âmbito da organização candidata ao Selo, mas somente 23 conseguiram chegar à etapa final, cumprindo, no mínimo, 70% das ações planejadas. Estas últimas são as ganhadoras da segunda edição e receberão o Selo Pró-Equidade de Gênero 2009, que tem vigência de 12 meses e é um instrumento que evidenciará o compromisso da organização com a eqüidade de gênero em toda a sua comunicação institucional. A permanência no programa acontecerá mediante nova adesão.


Confira as empresas vencedoras da segunda edição do Selo Pró-Eqüidade de Gênero:


Banco do Brasil – BB
Banco do Nordeste do Brasil – BNB
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES
Caixa Econômica Federal – CEF
Companhia de Eletricidade do Amapá – CEA
Centro de Pesquisa de Energia Elétrica –CEPEL
Centrais Elétricas Brasileiras S/A – Eletrobrás
Centrais Elétricas do Norte do Brasil S/A -ELETRONORTE
Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica – CGTEE
Companhia Hidro Elétrica do São Francisco – CHESF
Eletrobrás Termonuclear S.A. – ELETRONUCLEAR.
Eletrosul Centrais Elétricas S. A.
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária –EMBRAPA
Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária – INFRAERO


FURNAS Centrais Elétricas S.A
Grupo Hospital N.Sra. da Conceição
Itaipu Binacional
Manaus Energia
Petróleo Brasileiro S.A. – PETROBRÁS.
PETROS – Fundação de Seguridade Social
Prefeitura Municipal de Quixadá
Serviço Federal de Processamento de Dados - SERPRO
Secretaria de Estado de Trabalho, Renda e Esporte – SETRE


Centro de Eventos e Convenções Brasil 21
Setor Hoteleiro Sul – SHS Quadra 06 lote 01 conjunto A Bloco G
Sala Pavilhão Brasília
Brasília, DF

 
6323
Loading. Please wait...

Fotos popular