Pravda.ru

Notícias » Sociedade


Portugal: ACAD apresenta Sou do Tamanho do que Vejo

16.03.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A ACAD - Associação Cultural de Aradas , a sua Oficina de Expressão Dramática Ilusões & Limitadas e o Teatro Aveirense apresentam:

Pessoa é o poeta múltiplo, o que precisa de imensas vozes diferentes para retratar a variedade infinita da vida. É, como ele próprio se define, uma sinfonia tocada por uma orquestra oculta que reside na sua alma.

"Sou do Tamanho do que Vejo"

pela Companhia Peripécia Teatro

Sábado 7 de Abril, pelas 21h30, na Sala Principal do Teatro Aveirense

Pessoa é o poeta múltiplo, o que precisa de imensas vozes diferentes para retratar a variedade infinita da vida. É, como ele próprio se define, uma sinfonia tocada por uma orquestra oculta que reside na sua alma. Este espectáculo pretende fazer ouvir parte dessa música que, às vezes, evoca a saudade ou a tragédia, mas também o humor, a ironia e o deslumbramento de estarmos vivos, mesmo que nunca saibamos se esses movimentos que vemos e ouvimos são reais ou sonhados; pouco importa, é nisso que consiste o teatro.

O espectáculo nasce de alguns textos que, como fragmentos encontrados no mítico baú do nosso autor, se convertem numa mensagem ao público, como as que lançavam os náufragos das suas ilhas desertas. Vai-se tecendo um diálogo com o espectador, feito de cumplicidades, confissões, graças, reprovações, malentendidos e surpresas… e em que os actores brincam a ser um e vários ao mesmo tempo, algo muito próprio de todas/os as/os Pessoas.

Atrever-se a seguir Fernando Pessoa, é atrever-se a olhar o mundo e nós próprios com uma radical transparência, desfazer os preconceitos, as grandes ideologias, os grandes sistemas de pensamento. É descobrir como crianças a terrível beleza que nos rodeia e a partir de aí aprender a ser outros… Nada parece mais necessário e actual.

Ouçamos o poeta.

Ficha técnica e Artística:

Baseado em fragmentos de textos de Fernando Pessoa (O Marinheiro, Livro do Desassossego e poemas de Álvaro de Campos)

Interpretação: Noelia Domínguez, Sérgio Agostinho, Ángel Fragua

Iluminação: Paulo Neto

Operação de Luz e Som: João Nuno Costa

Figurinos: Cláudia Ribeiro

Cenografia, Adereços e Desenho Gráfico: Zétavares

Direcção e Dramaturgia: Luis Blat

Produção Executiva: João Nuno Costa

Bilhetes à Venda no Teatro Aveirense

Telefone: 234 400 922
E-mail: bilheteira@teatroaveirense.pt
Horário de abertura: de terça a sábado, das 13:00 às 20:00 (nos dias de espectáculo encerra às 22:00)

Sócios ACAD - 10€

Não Sócios ACAD - 13€

Descontos de 20% aplicáveis a Estudantes, Maiores de 65 anos, Funcionários da C.M.A.

Informações

acad.aradas@gmail.com

919 877 311

 
3058
Loading. Please wait...

Fotos popular