Pravda.ru

Notícias » Sociedade


Poesia Social

14.05.2016 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Poesia Social. 24337.jpeg

Poesia Social

 
Tinha Um Golpe No Meio do Caminho da Democracia de Inclusão Social
 

"Já não tenho nada mais para te oferecer, Brasil. 
Nem mais sangue, suor, lagrima, poesia. 
Apenas a minha dor de cidadão ferido 
exilado na minha derrota de cidadania."

 
Tinha um golpe no meio do caminho
No meio do caminho tinha um golpe
E era eu de mim mesmo sozinho
E o fascismo no cio a galope
E era um paisano o golpista de linho
- O neoliberalismo - furor enorme
Enquanto a pátria distraída dorme
Apareceu ao estertor, facinho...
 
Tinha um golpe; e era de ladrões
Um paulista, um carioca, um mineirinho
Corruptos impunes, todos uns bufões
Era o golpe no meio do caminho
E a mídia-abutre e os seus botões
Botando os incautos; bem pianinho
E o escárnio do golpe foi bem facinho
Guerreira derrubada por vilões...
Era um golpe no caminho. E tinha
Uma justiça de vis urubus
E os acusadores podres, todos nus
Pátria amada? - Nada - Patriazinha
E fiquei eu poeta pelo caminho
E passaram os zumbis a galope
Eu aqui chorando o poeminho
E A CANALHA COMEMORANDO O GOLPE!
 
 
-0-
 
Silas Corrêa Leite
12.05.2016
Poeta, professor, brasileirinho.
www.artistasdeitarare.blogspot.com/
Poema da Série O BRASIL NÃO MERECE O BRAZYL


 
1746
Loading. Please wait...

Fotos popular