Pravda.ru

Notícias » Ciência


Mulher - o cigarro e a fumaça

25.08.2009 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Fahed Daher

Diante da imprensa insistindo na campanha contra o “ fumo”, penso:

“Lábios feitos de mel, de rosas ao sereno, de céu do amanhecer banhado em rosiclér, entreabriu-os satã, encheu-os de veneno. Sorriu! Tinha inventado o beijo da mulher.” – Invenção do Diabo - Vicente de Carvalho.

Se é verdade que à mulher interessa o homem, ao homem, ao menos ao meu gosto, interessa a mulher e de hálito saudável, agradável, mulher levemente perfumada e discretamente coquete.

Parece que hoje as coisas mudaram. A invenção do diabo do poeta concretizou-se de forma menos romântica. O diabo de agora deve ter sido mais violento que o do tempo do poeta, pois naquele tempo a criação pretendida era a dos lábios feitos para o beijo cheios de fogo de amor.

O diabo colocou na boca da mulher, agora, o fogo da brasa do cigarro e da fumaça do dragão. Claro que quando se encontram a mulher e o homem com o mesmo “fogo” não há estranheza.

Agora, chaminé ambulante, já não fuma recatadamente, usa e abusa do cigarro, na rua, nos ônibus, nas casas de comércio e o que é pior, nos restaurantes, desobedecendo a nova lei recém assinada pelo presidente Fernando, que proíbe fumar especialmente em ambientes fechados.

Mal sabem elas - e também nem querem saber - que estão absorvendo tóxicos de diversos produtos químicos que os analistas admitem ser em número de 400, entre os quais está até o ouro, em microgramos, para ventura das que querem enriquecer.

A maior parte destes produtos prejudiciais à saúde especialmente os produtos em maior concentração: Nicotina, Monóxido de carbono, alcatrão (asfalto) tolueno, cresol, fenol, benzopireno, etc.

A mais sublime presença da mulher não é enfeitar a sociedade, nem ser a peça sedutora e estimuladora da sexualidade masculina, mas, a maternidade, desde o momento da concepção ao momento de acompanhar o filho na espiritualidade, alem da dinâmica social..

Um aspecto parece positivo entre os males do cigarro, para as que pretendem limitação de natalidade.

Pela pesquisadora Brenda Eskesani, diz o Dr. Cid Batista que nas pesquisas da Universidade da Califórnia, a dos Estados Unidos, não a do sul de Apucarana, ter constatado que a fertilidade é menor nas mulheres fumantes.. Note-se que a capacidade de engravidar é menor do que entre as não fumantes, mas podem engravidar.

Apenas, se continuam fumando durante a gestação, estarão fazendo seus embriões e fetos fumarem também, fumando sem cigarro, isto é, estarão passando para o ser concebido e levado no abdomem, todos os produtos tóxicos do cigarro, dado que a placenta não retém estes tóxicos e eles alcançam a corrente sangüínea da cria, pelo canal umbilical.

Examinado sangue de mãe, parturiente, fumante e logicamente concentrando carboxiemoglobina (hemoglobina carregada de monóxido de carbono, fumaça de chaminé) no seu sangue, claro que no sangue do recém nascido, encontra-se também esta concentração sangüínea,.

Logicamente, quanto maior a concentração de carboxiemoglobina, menor a concentração de oxigênio, no sangue e o oxigênio é elemento vital e sem ele o desenvolvimento celular é deficiente e o funcionamento também.

Também a nicotina passa para a circulação da criança e a nicotina é elemento vaso - constritor, isto é, faz diminuir o calibre das artérias, faz com que as artérias fiquem mais estreitas o que dificulta a passagem do sangue para o organismo.

Estudos do pesquisador Zabriesque analisando 12.000 casos de crianças recém - nascidas de mães fumantes e não fumantes, constatou que as crianças das mães fumantes têm peso inferior aos filhos de mães não fumantes.

As reivindicações femininas, que pretendem imitar todos os gestos e hábitos masculinos, estão causando nelas problemas de saúde que eram apenas masculinos e muitos homens, entre beijar bocas femininas tabágicas e beijar bocas masculinas do mesmo teor, podem preferir seus pares do mesmo sexo.

E agora? Não podemos afirmar para as mulheres, neste terceiro milênio, que sejam aquelas mesmas “donzelas” puras, tímidas e subalternas.

Impossível! .A mulher de hoje é ela mesma, ninguém a fará retornar aos haréns e, na verdade, elas pretendem assumir e assumirão o domínio do mundo.

Médico- Apucarana- (Sociedade Brasileira de Médicos Escritores)

Presidente da Academia de Letras Centro Norte do Paraná.

Academia de Letras de Londrina (PR) U.B.T.

Centro de Letras do Paraná (Curitiba) – Gov. Distrito 4710 1995/1996

 
4729
Loading. Please wait...

Fotos popular