Pravda.ru

Notícias » Ciência


ULisboa: Simpósio sobre vinhos de excelência

19.07.2016 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
ULisboa: Simpósio sobre vinhos de excelência. 24743.jpeg

SIMPÓSIO DA REDE AGRO, ULISBOA: "Dos vinhos de excelência aos produtos químicos: impactos da investigação em Leveduras numa economia baseada na Biotecnologia"

O simpósio "From fine wines to bulk chemicals: impacts of yeast research on a Bio-based Economy /Dos vinhos de excelência aos produtos químicos: impactos da investigação em Leveduras numa economia baseada na Biotecnologia"decorreu na tarde do dia 14 de Julho de 2016 na sala de atos da Reitoria da Universidade de Lisboa, tendo sidoorganizado no âmbito da Rede Agro desta Universidade. Este minissimpósio surge na sequência da realização em Lisboa da Conferência internacional PYFF6 - 6th Conference on Physiology of Yeasts and Filamentous Fungi(http://groups.tecnico.ulisboa.pt/bsrg/pyff6/), organizada, de 11-14 de Julho de 2016 no Instituto Superior Técnico (IST), por professores e investigadores do grupo de Ciências Biológicas do Departamento de Bioengenharia do IST e do -Instituto de Bioengenharia e Biociências (iBB), com coordenação da Professora Isabel Sá Correia. A Conferência PYFF6 foi organizada sob os auspícios da Secção de Fisiologia Microbiana da EFB (Federação Europeia de Biotecnologia), e contou com o apoio da FEMS (Federação Europeia das Sociedades de Microbiologia) e da SPM (Sociedade Portuguesa de Microbiologia).

DESCRIÇÂO GERAL DAS ABORGAGENS DE INVESTIGAÇÂO DOS PALESTRANTES

O simpósio da rede Agro, organizado e coordenado pela Professora Isabel Sá Correia do Instituto Superior Técnico, decorreu em língua inglesa tendo reunido 3 apresentações por investigadores e professores universitários europeus de referência e muito influentes na área da biologia e biotecnologia de leveduras com aplicações na produção de vinho, cerveja e chocolate, biocombustíveis e outros produtos químicos cuja produção se encontra presentemente dependente da indústria petroquímica. Para além da excelência da investigação fundamental realizada pelos palestrantes, que é dedicada ao estudo de mecanismos biológicos por recurso a abordagens integradas de genética, bioquímica e biologia celular e molecular, de genómica funcional, comparativa e evolutiva e de bioinformática, os seus grupos são exemplos paradigmáticos da capacidade de traduzir o conhecimento científico em aplicações, com base em fortes laços de colaboração com importantes empresas daqueles setores de atividade.

IMPORTÂNCIA GERAL DO PROGRAMA DO MINISSIMPÓSIO

Durante o simpósio, foram apresentados e discutidos os atuais desafios enfrentados na produção de vinho, cerveja, e de biocombustíveis e outros compostos químicos, presentemente derivados da indústria petroquímica, a partir matérias-primas renováveis, em particular com vista à valorização de resíduos agroindustriais no caminho para uma economia sustentável baseada na biotecnologia. Concretamente, foram discutidas as estratégias de desenvolvimento de estirpes de leveduras fermentativas com características melhoradas para aplicação naquelas áreas de atividade. Entre estas, salienta-se a exploração de técnicas emergentes de evolução adaptativa em laboratório, de modificação dirigida e eficiente de genes no genoma, de sequenciação e engenharia de genomas, de genómica fisiológica e engenharia metabólica visando o redirecionamento de vias metabólicas centrais e outros métodos emergentes de biologia sintética com vista à criação de novas e eficientes fábricas celulares com base em leveduras.

PROGRAMA DO SIMPÓSIO

A primeira apresentação, intitulada "Engineering wine yeasts to face the new challenges of the wine industry", esteve a cargo da Doutora Sylvie Dequin (INRA, UMR Science pour l´oenologie, Montpellier, França). A esta seguiu-se a apresentação "Breeding superior yeasts for beer, chocolate and biofuel production" pelo Professor Kevin Verstrepen, professor de Genética e Genómica na Leuven University, em Leuven, Bélgica, e director do grupo de Biologia de Sistemas do Flanders Institute for Biotechnology (VIB) e do Leuven Institute for Beer Research. Por fim, o Professor Jack Pronk, Diretor da Secção de Microbiologia Industrial do Departamento de Biotecnologia da Universidade Técnica de Delft (TUDelft), na Holanda, debruçou-se sobre o tópico "Engineering yeasts for bio-based production of fuels and chemicals.

A estas apresentações, de meia-hora cada, seguiu-se uma discussão conjunta com intervenção da assistência que reuniu representantes de indústrias nacionais do setor agro-alimentar, membros da academia e investigadores com interesses nesta área bem como na produção de bio-combustíveis, bem como representantes de empresas internacionais de biotecnologia do setor e outros investigadores estrangeiros que tinham participado na conferência PYFF6, no Instituto Superior Técnico.

A sessão foi transmitida em Live Streaming no Youtube, tendo ficado disponível através do link https://www.youtube.com/watch?v=SisKpU0nqvY na página da ULisboa no Youtube.

 

 
6216
Loading. Please wait...

Fotos popular