Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Moscou elabora a lei de uso de detector de mentiras nas empresas

25.02.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Moscou elabora a lei de uso de detector de mentiras nas empresas

Os legislativos de Moscou começaram a analizar o projeto-de-lei de uso do detector de mentiras para contratar funcionários. Além de apresentar um currículo, um candidato a um emprego na capital poderá ser obrigado passar por um teste com polígrafo (popularmente chamado de detector de mentiras).

Propostas nesse sentido estão sendo analisadas pelo Conselho Municipal de Moscou, e permitirão que a administração pública e empresas privadas submetam os candidatos ao teste.

Se as respostas do candidata forem admitidas falsas, a administração poderá recusar emprego.

Pergunta : Está ligado com circuitos criminosos para prejudicar a nossa empresa? Resposta: Não. Pergunta : Tem os familhares, amigos, conhecidos no mundo criminal? Resposta: Sim.

Os polígrafos baseiam suas conclusões no ritmo dos batimentos cardíacos e em mudanças na pressão sangüínea, na respiração e no suor dos entrevistados.

Os partidários da proposta dizem que as leis trabalhistas em vigor na cidade deveriam ser adaptadas para regulamentar o uso de polígrafos porque milhares de testes já são realizados informalmente todos os anos, inclusive por bancos e outras instituições financeiras.

Isso abre caminho para que funcionários insatisfeitos ou candidatos que não conseguiram o emprego processem a companhia.

A Duma, a Câmara Baixa do Parlamento da Rússia, também estão trabalhando com o Serviço Federal de Segurança (que substituiu a KGB) para elaborar um projeto-de-lei que torne obrigatório o uso deste tipo de teste em contratações realizadas por determinados órgãos de Estado.

Os serviços de segurança e as Forças Armadas são os únicos órgãos oficialmente autorizados a empregar os testes até agora.

O Ministério da Defesa pediu permissão à Duma, no ano passado, para introduzir testes com o detector de mentiras em centros de alistamento militar, com o objetivo de excluir da força recrutas potencialmente instáveis.

Mas a prática de submeter seus funcionários a um teste com detector de mentiras existe em vários paises. Desde 1994, as pessoas que se candidatam a um emprego no FBI nos EUA têm que passar por testes com o equipamento.

 
2348
Loading. Please wait...

Fotos popular