Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Aumentam buscas na Google por Ku Klux Klan nos EUA

20.11.2016 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Aumentam buscas na Google por Ku Klux Klan nos EUA. 25483.jpeg

Southern Poverty Law Center estima que entre 5 mil e 8 mil norte-americanos identificam-se como membros da Ku Klux Klan, agrupados principalmente no  sul do país.

Os resultados na pesquisa de Google Trends revelam que os norte-americanos têm estado interessados, mais que nunca, na busca de informações em relação à organização de extrema direita e supremacia branca dos Estados Unidos, a Ku Klux Klan (KKK).

No próximo dia 3 de dezembro, os membros da KKK realizarão um desfile para celebrar o triunfo eleitoral do candidato republicano Donald Trump.

As pesquisas da KKK são comparadas com as de alto volume, como da modelo, atriz e empresária Kim Kardashian, e o futebol universitário.

O grupo promove principalmente xenofobia, supremacia da raça branca, homofobia, antissemitismo, racismo e anticomunismo.

Novembro é o mês que revela quase o dobro do interesse de buscas por Ku Klux Klan na Internet por parte dos cidadãos, comparados com março de este ano quando Donald Trump não renunciou imediatamente a um respaldo do ex-líder da KKK, David Duke.

Em 2008, após a eleição do primeiro presidente negro, Barack Obama, também houve significativo interesse pelo grupo de extrema direita.

A campanha do presidente eleito Donald Trump tem vigorado a supremacia branca, que o vê como "líder".

Os dados da Google não indicam a confiança dos cidadãos em relação à Ku Klux Klan, a ferramenta não mostra se o veem de forma positiva ou negativa. No entanto, o que realmente é certo é que a KKK deixou de ser uma história do passado.

No último ano, as pessoas também procuraram informações sobre Trump, Hillary Clinton e os afrodescendentes em geral, de acordo com a Google.

 

Fonte

 

 
2337
Loading. Please wait...

Fotos popular