Pravda.ru

Notícias » Federação Russa


Assassinado governador da região de Magadan em Moscovo

18.10.2002 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, qualificou o assassínio do governador da Região de Magadan, Valentin Tsvetkov, como crime contra o Estado - disse o Procurador Geral da Rússia, Vladimir Ustinov, acrescentando que o "Presidente qualificou assim o aspecto político" do crime.

Segundo divulgou, em declarações à RIA "Novosti", o assessor de imprensa da Presidência, Aleksei Gromov, o Presidente da Rússia convocou hoje para o Kremlin o Procurador Geral, Vladimir Ustinov, o ministro do Interior, Boris Grizlov, e o primeiro vice-director do Serviço Federal de Segurança (FSB), Vladimir Pronitchev.

Como comentou o Procurador Geral, um crime contra uma autoridade eleita deve ser visto como crime contra o Estado, contra o seu sistema institucional.

"Proximamente, um grupo de investigadores será enviado à Região de Magadan para verificar algumas hipóteses do crime localmente" - disse o Procurador.

Recorde-se que o governador foi assassinado na manhã de hoje na Rua Novi Arbat, por um tiro na cabeça.

Para Ustinov, este é o primeiro atentado dos últimos anos contra uma autoridade tão alta e deverá ser necessariamente esclarecido. O ministro do Interior, Boris Grizlov, disse, por seu turno, que um grupo de investigadores será enviado à Região de Magadan já amanhã, no sábado. "Consideramos que os motivos do crime se encontram ali" - disse o ministro, acrescentando que toma sob a sua responsabilidade o inquérito.

© RIAN

 
1529
Loading. Please wait...

Fotos popular