Pravda.ru

Notícias » Mundo


Os primeiros detidos suspeitos ás atentados em Egípcio

26.04.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

As agencias do mundo comunican que foram detidos os primeiros suspeitos ás atentados no Egípcio. Assim de acordo com a BBC, os explosivos encontrados pelas autoridades são artesanais. O seu fabrico requer conhecimentos aprofundados, já que são considerados perigosos e bastante instáveis, mas os ingredientes - como acetona ou água oxigenada - podem ser facilmente encontrados à venda. O chefe da Scotland Yard, Ian Blair, não confirmou estes dados, mas qualificou as revelações da BBC como "descrição bastante plausível dos factos".
Este tipo de explosivo (TATP, tri-acetona triperóxido) é frequentemente utilizado pelos islâmicos radicais. De acordo com a BBC, terá mesmo sido o escolhido pelo "bombista do sapato", o britânico Richard Reid, que em Dezembro de 2001 tentou fazer explodir um avião da American Airlines que fazia a ligação Paris-Miami. O químico egípcio apontado pelos media britânicos como o alegado fabricante das bombas dos atentados suicidas em Londres foi detido na quinta-feira à noite no Cairo, revelaram ontem as autoridades. Magdi el-Nashar, de 33 anos, doutorado em Química pela Universidade de Leeds, negou contudo qualquer participação nos ataques, que fizeram pelo menos 54 mortos e 700 feridos. No terreno, a polícia prossegue as investigações, procurando encontrar quem "encorajou e treinou" os quatro "soldados rasos".

El-Nashar vive em Leeds, no Norte da Inglaterra, desde 2000 e indicou às autoridades egípcias que voltou ao Egipto para um "mês e meio de férias e que contava regressar para continuar os estudos". Segundo os media, o suspeito tinha deixado o Reino Unido duas semanas antes dos ataques. O egípcio, para afirmar a sua inocência, argumenta que "todos os seus haveres ainda estão na casa de Leeds.
 Um egípcio segundo folha.uol.com.br foi seqüestrado em Tikrit, onde o comando militar americano anunciou hoje a detenção de 52 supostos insurgentes durante várias operações realizadas nessa cidade do norte do Iraque . O empresário egípcio, identificado como Ibrahim al Sayed al Hilali, foi seqüestrado por um grupo de homens armados que entraram em sua casa e o levaram a um lugar desconhecido, disseram hoje fontes do escritório de cooperação militar americano-iraquiano em Tikrit (180 quilômetros de Bagdá).

As fontes, que não disseram quando aconteceu o seqüestro, indicaram que Al Hilali vive em Tikrit há vários anos, e trabalha na área de construção civil.

Por outro lado, o comando militar americano anunciou hoje, em comunicado, a detenção de 52 supostos rebeldes durante uma operação militar realizada nos últimos dias em Tikrit, cidade natal do deposto presidente iraquiano Saddam Hussein.

Segundo a nota, pelo menos três dos detidos são acusados de colocar bombas nas principais estradas da cidade para atacar as patrulhas dos militares americanos e as forças de segurança iraquianas.

Em outro comunicado, o exército americano anunciou hoje a detenção em Ramadi (oeste) de um suposto membro do braço da Al Qaeda no Iraque. O detento, identificado como Amir Khalaf e conhecido com o nome do Yazar (açougueiro), é acusado de ter participado de ações terroristas, inclusive seqüestros e assassinatos, em Ramadi, cerca de 110 quilômetros ao oeste da capital e um dos principais feudos da insurgência.

.  

 
3433
Loading. Please wait...

Fotos popular