Pravda.ru

Notícias » Mundo


Honduras: Protestos nas ruas intensificará resistência contra golpistas

25.08.2009 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A Frente Nacional contra o golpe de Estado de Honduras anunciou a intensificação para esta segunda e terça-feira de suas mobilizações nas ruas, em demanda da restituição da ordem constitucional e do presidente Manuel Zelaya.

A decisão foi adotada por unanimidade pelas organizações populares em uma assembléia nacional no último sábado, para fazer coincidir as marchas com a presença de uma missão da Organização de Estados Americanos (OEA).

O coordenador geral da Frente, Juan Barahona, informou que nesta segunda-feira estará em Tegucigalpa o juiz espanhol Baltasar Garzón, acompanhado por integrantes do Corte Penal Internacional.

Precisou que uma delegação da Frente se reunirá com os representantes da OEA e com Garzón e seus acompanhantes, para expor as posições das forças populares e sua decisão de conseguir a restituição do Estado de Direito.

A semana é fundamental para a luta da Frente Nacional, tem que sair com tudo às ruas, afirmou Barahona.

Federação das Organizações Magisteriais (FOMH) confirmou ontem uma greve nacional hoje e amanhã, quando se cumprirão os dias 58 e 59 consecutivos de resistência à ação militar de 28 de junho passado.

Iremos todos às ruas para que se convençam os integrantes da OEA que não somos quatro vadios mascarados como diz (Roberto) Micheletti, sublinhou.

A visita da delegação de chanceleres e do secretário geral da OEA, José Miguel Insulza, buscará convencer o governo de facto presidido por Micheletti de encontrar uma solução negociada à crise.

O arranjo foi proposto pelo presidente da Costa Rica, Oscar Arias, a solicitação dos Estados Unidos, e estabelece a volta de Zelaya condicionado a uma anistia, um governo de acordo e a renúncia de convocar uma constituinte.

A restituição de Zelaya foi recusada pelo governo de facto, o que até o momento mantém os gerenciamentos da OEA em um beco sem saída.

Em um comunicado, a OEA anunciou que os chanceleres que integrarão a delegação são os da Argentina, Canadá, Costa Rica, Jamaica, México, Panamá e República Dominicana.

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=5ffaa9f5182c2a36843f438bb1fdbdea&cod=4641

 
2253
Loading. Please wait...

Fotos popular