Pravda.ru

Notícias » Mundo


PT é anfitrião da Internacional Socialista em SP

23.10.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O secretário-geral da Internacional Socialista, o chileno Luis Ayala, afirmou em entrevista nesta quarta, em São Paulo, que a IS escolheu o Brasil para realizar seu grande congresso internacional em razão de o país estar passando por um momento muito importante do ponto de vista político, com a eleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "O PT, as ações do governo e a liderança de Lula são uma grande esperança para o mundo e têm um profundo compromisso com a justiça e com a democracia", afirmou.

O 22º Congresso da Internacional Socialista, que tem o Partido dos Trabalhadores como anfitrião e observador, será realizado entre os dias 27 e 29 de outubro, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. São esperadas dezenas de chefes de Estado e chefes de governo e centenas de lideranças políticas de diversas partes do mundo. Lula estará presente na abertura do evento, na próxima segunda-feira. O evento será transmitido pela internet (http://www.socialistinternational.org).

A lista completa, com cerca de mil participantes, não foi divulgada, mas Ayala citou alguns nomes, como o presidente da Argentina, Néstor Kirchner, o ex-líder soviético Mikhail Gorbachev, o ex-primeiro-ministro espanhol Felipe González e os atuais primeiros-ministros de Cabo Verde, Sérvia, Mongólia, Romênia, Albânia, além de líderes da África do Sul, Grécia e Finlândia, entre centenas de outros.

Esta é a primeira vez que o congresso é realizado no hemisfério Sul desde 1986, quando o Peru recebeu o evento de uma IS bem menos representativa do que é hoje. Conforme Ayala, o congresso irá discutir soluções para desafios que vão das dificuldades econômicas e questões comerciais ao desrespeito a direitos humanos.

"Estamos atrás de respostas com o signo do socialismo democrático por um mundo mais solidário", afirmou ele, destacando também que o governo Lula desenvolve políticas que os membros da IS querem desenvolver em outras partes do mundo.

Haverá mesas de debate sobre a busca de um novo modelo de multilateralismo, sobre a reforma da ONU (Organização das Nações Unidas), sobre o sistema financeiro internacional, sobre modelos de integração entre países, o fortalecimento das instituições demoncráticas, a defesa do meio ambiente e a solução de conflitos externos.

PT como observador A IS tem como membros 150 partidos — no Brasil, apenas o PDT faz parte do movimento. Do total, 52 partidos estão governando atualmente. O PT vem sendo convidado para integrar a Internacional Socialista, mas, segundo o presidente do PT, José Genoino, discussões nesse sentido serão feitas com a base do partido após as eleições municipais de 2004. "Temos uma lista de prioridades para discutir antes disso", afirmou Genoino.

Ele explicou que o PT já participou de vários outros congressos da IS e que suas relações são antigas, com trocas de informações e experiências. "O PT é um observador e, além disso, temos relações políticas especiais com vários partidos membros da IS", disse. Para o presidente do PT, participar do congresso é uma maneira de estreitar relações com esses partidos e adquirir maior conhecimento político.

Ainda de acordo com Genoino, o partido enviará uma delegação de grande peso político, com ministros e lideranças partidárias que participarão de todas as mesas de debate. Além das discussões principais, o PT já agendou reuniões com representantes de alguns partidos, caso do Partido Socialista francês.

"Muitos partidos querem conhecer a experiência do PT, sua política de alianças e o processo que permitiu à esquerda brasileira se constituir numa força política tão importante." Questionado por jornalistas, Genoino afirmou que a essência do projeto de esquerda é a fusão entre igualdade social e democracia.

Troca de diretoria Na terça-feira, segundo dia do congresso, a IS fará eleições para nomear o novo presidente — cargo ocupado atualmente pelo português António Guterres, que poderá ser reeleito —, 25 vice-presidentes, secretário-geral e presidentes honorários. As eleições na IS ocorrem a cada três ou quatro anos, sempre durante os congressos.

Partido dos Trabalhadores

 
4259
Loading. Please wait...

Fotos popular