Pravda.ru

Notícias » Mundo


Egipto, e a democracia caiu nas ruas

06.07.2013 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Egipto, e a democracia caiu nas ruas. 18468.jpeg

Depois de vários dias de manifestações na celebrada Praça Tahir e de um ultimato de 48 horas o Exército egípcio derrubou - esta é a palavra certa, independentemente dos factos que o antecederam - o presidente eleito (na boca das urnas, logo legítimo) e colocou - temporariamente, segundo eles - como Presidente de transição, o presidente do Supremo Tribunal Constitucional do Egipto, Adli Mansur.

 

Uma das razões apresentadas pelos manifestantes e acolhidas pelos militares foi que Mohamed Morsi procurava extrapolar as suas competências constitucionais - que já tinham sido colocadas em causa pelo próprio Morsi e que foram agora suspensas pelo Exército - e tornar o Egipto num estado islamita governado por si e pela Irmandade Islâmica.

 

Esta é uma situação que deve ser ponderada por outra potência de raiz islâmica mas de governação laica e que também ela tem um forte e estruturado exército: a Turquia. Ou seja, o senhor primeiro-ministro e auto-assumido todo poderoso governante turco, Recep Tayyip Erdoğan, deve olhar para a sua esquerda e ponderar as consequências.

 

À pala da Arabe Spring há golpes de Estado apoiados, celebrados e aplaudidos pelas ruas!

Eugénio Costa Almeida, Ph.D

Investigador/Researcher do CEA (ISCTE-IUL)

http://elcalmeida.net

(Facebook: EugenioCostaAlmeida)  - (twitter: @elcalmeida) -  (Linkedin:http://www.linkedin.com/profile/view?id=94844335)

(Academia.edu: http://iscte.academia.edu/Eug%C3%A9nioCostaAlmeida)

Publicada por ELCAlmeida às Pululu

 

 
2089
Loading. Please wait...

Fotos popular