Pravda.ru

Notícias » Mundo


Opinião: A guerra escondida

03.08.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Jogo sujo

Quem se beneficia com a impertinência do Estado Judeu barbarizando palestinos e libaneses? Até que ponto o seqüestro de soldados israelenses justifica a invasão e extermínio de pessoas comuns, simples, inocentes, interpostas no caminho das bombas de destruição em massa?

Israel sabe mais do que ninguém que violência gera violência. A política de olho por olho, dente por dente gera insegurança, ódio, medo, pavor provando falta de capacidade humana para solucionar com inteligência e grandeza, as divergências.

Tanto quanto os Estados Unidos e Reino Unido, Israel constrói a imagem de um estado mal visto pelo mundo inteiro. Parece que estes países não se preocupam com a própria imagem. Hoje, representam um grande risco para o desenvolvimento do planeta, muito maior que o perigo dos terroristas combatidos.

Definitivamente os senhores do mundo estão comprometidos com a indústria bélica. Ganham fortunas e fortunas promovendo a guerra e a comercialização de seus santos produtos, tecnologicamente criados para matar, matar e matar.

Para a felicidade dos lucros da indústria bélica, precisam soltar bombas e mais bombas pelo mundo afora. A maior parte das nações proíbe a propaganda da indústria tabagista acusada de matar pessoas aos poucos. A impressão é que produzir as tais armas de destruição em massa é uma missão que engrandece os norte-americanos, ingleses, judeus e por aí afora.

Israel está cumprindo sua parte no acordo entre os donos do mundo: provocar mais e mais distúrbios ao ponto de promover a interferência dos grandes negócios escusos.

Sabem que combatem inimigos fracos, sem recursos. Fica fácil bombardear a casa dos outros matando quem quer que seja só para ver se a Síria, Irã e companhia respondem.

A provocação, além de irresponsável, é criminosa. No mundo moderno, nenhum povo pode exercer o direito de agredir por razões e motivos fúteis. Tais brincadeiras desmoralizam as nações unidas e os organismos internacionais, comprometidos com o jogo de aparências.

A humanidade anda de mal a pior. O clamor por bom senso, equilíbrio, verdade certamente vai envergonhar os bárbaros que brincam com a destruição do planeta terra.

Se a invasão ao Iraque foi justificada pela falsa produção de armas de destruição em massa, como se justifica, a título de exemplo, tanta e tanta bomba produzida? Até que ponto estes senhores têm a prerrogativa de destruir a humanidade?

A guerra escondida faz parte do jogo sujo, sem vergonha nem piedade. O show pirotécnico não pode parar para o bem de certos bolsos.

Orquiza, José Roberto

Escritor

workisa@hotmail.com

 
2790
Loading. Please wait...

Fotos popular