Pravda.ru

Notícias » Mundo


A Democracia dos Americanos

02.04.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A guerra no Iraque já dura há duas semanas, com muitas baixas para os dois lados, especialmente para os iraquianos porque além de famintos e miseráveis, são obrigados a conviver com os ataques aéreos das "Forças Aliadas".

Esses ataques já causaram a morte de centenas de civis, incluindo mulheres, crianças e idosos. Os que sobreviveram aos ataques dos americanos ficaram com sequelas; um braço ou uma perna amputada, queimaduras de terceiro grau espalhadas pelo corpo. E talvez a pior de todas as dores; o sentimento de vazio causado pela perda de um ente querido ou a inutilidade por assistirem suas casas, suas vidas, seu amado país serem arruinados pela " Liberdade para o Iraque".

A esses inocentes civis iraquianos, só resta o consolo de Alá para livra-los dos injustos ataques cometidos pelos americanos e os seus aliados britânicos, australianos, espanhóis e polacos. Para aqueles que não toleram a injustiça dessa guerra, se juntam às forças de Saddam Hussein e ajudam nas tácticas de guerrilha e nas emboscadas para deter o avanço das tropas inimigas, sendo já alguns milhares de iraquianos que entraram no seu país para combater os invasores.

Também os ataques suicidas cometidos pelos iraquianos já causaram baixas do lado norte americano.

Outros ainda, tentam fugir se escondendo em porões tão escuros quanto suas vidas assoladas pela miséria, por guerras que se travaram no passado e pelo terrível embargo ecônomico imposto pelos americanos, que já ceifaram a vida de milhares de criancinhas iraquianas, uns 500,000 de acordo com relatórios elaborados por especialistas da ONU. Poucos ainda tentam sair do Iraque, mas é impossível fugir, os americanos atiram em todos os que acham suspeitos de serem da guarda de Saddam Hussein "incluindo mulheres e crianças".

Não existe a palavra "fugir" para os iraquianos, eles nunca fugiram, resistiram às guerras, a fome e o preconceito, e continuam sua sina agora no triste silêncio que aquelas bombas causam em Bagdade, é a música da morte a centenas de iraquianos condenados, sentenciados e julgados pela " Democracia Americana".

O ideal de "Democracia Americana" que é exemplo aos outros países, que têm seu ideal de liberdades e Direitos tão divulgados no mundo por seus representantes políticos, seus intelectuais, seus estrategistas militares tão sedentos por guerras e seus filmes holywoodianos que tentam condenar o regime Socialista.

Agora, no século XXI, está mais do que provado que o ideal de "Democracia" para os americanos nunca foi posto em prática, e seus ideais não são exemplos dignos de qualquer consideração.

Em nome da "Democracia Americana" tão defendida pelos seus líderes e tão amada pelo povo americano, pessoas inocentes estão morrendo, seus nomes, seu sangue e suas vidas estão sendo derramados como símbolo do poder e da justiça.

Certamente, os intelectuais gregos que inspiraram os ideais de "Democracia" repudiariam a maneira que ela está sendo utilizada tão equivocadamente pelo Governo de George Bush.

Michelle Matos PRAVDA.Ru BRASIL

 
3174
Loading. Please wait...

Fotos popular