Pravda.ru

Notícias » Desporto


Bolas Liberdade e Cidadania

19.03.2009 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Os primeiros exemplares das bolas do Pintando a Liberdade e do Pintando a Cidadania (Esporte) com a marca do Pronasci, Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Justiça) começam a ser distribuidos esta semana. Graças a uma parceria interministerial, os dois programas de produção de material esportivo do Ministério do Esporte receberam R$ 9 milhões, um reforço a mais para desenvolver suas atividades. O recurso permitirá a confecção, em 2009, de cerca de um milhão de itens esportivos. Destes, 400 mil são bolas que irão atender 8 milhões de estudantes da rede pública do pais.


Todo material produzido nas fábricas do Minsitério do Esporte é destinado aos programas sociais do próprio ministério, como por exemplo, o programa Segundo Tempo, Esporte e Lazer da Cidade e para escolas públicas. Do valor repassado pelo Pronasci, R$ 5 milhões foi para o Pintando a Liberdade, programa de ressocialização de presos. As unidades beneficiadas funcionam em presídios do Rio de Janeiro (capital), no Complexo Penitenciário de Franco da Rocha (SP), na Penitenciária de Juiz de Fora (MG) e Complexo Penitenciário de Feira de Santana, adjacente à região metropolitana de Salvador.


Ao confeccionarem bolas de seis modalidades (handebol, futebol, basquete, volei, futsal e com guizo para cegos), uniformes e redes, além de ocupar o tempo ocioso, os detentos aprendem uma profissão. Eles recebem por produção e, a cada três dias trabalhados, têm um dia abatido na pena.


O Pintando a Cidadania, programa pelo qual a confecção de material esportivo gera emprego e renda às famílias carentes, foi contemplado pelo Pronasci com R$ 4 milhões. As fabricas instaladas em cooperativas de trabalhadores, localizadas no Complexo do Alemão (RJ), Águas Lindas (GO), Feira de Santana (BA), Juiz de Fora (MG) e Volta Redonda (RJ) são as contempladas.


“Em torno de 70% da distribuição dos materias produzidos é operacionalida pelo Ministério do Esporte, isso implica dizer que os ítens esportivos são transportados dos estados de origem das fábricas ao ministério, em Brasília. Quando se trata de entregá-los nas proximidades de onde foram confeccionados, esta é feita pela unidade parceira, sob nosso comando”, explica Wadson Ribeiro, secretário Executivo, do Ministério do Esporte.


O Pronasci tem como público alvo jovens de 15 a 25 anos egressos no sistema prisional, reservistas, em descontrole familiar e em conflito com a lei, presos ou adolescente infrator. O projeto, do Ministério da Justiça, reflete a política da intersetorialidade do governo federal. Atua como um reforço a mais nas ações ministeriáveis junto aos programas sociais desenvolvidos pelas pastas.


Outros programas do ME beneficiados
Em 2008, o termo de cooperação técnica de repasse de verba assinado pelo ministro do Esporte, Orlando Silva, e pelo ministro da Justiça, Tarso Genro, permitiu o repasse total de R$ 32.470.788,44 do Pronasci para quatro programas sociais do Ministério do Esporte. Além do Pintando a Liberdade e Pintando a Cidadania, as Praças da Juventude e o Programa Esporte e Lazer da Cidade (PELC) também foram contemplados.


Do total, R$ 23 milhões foram destinados ao Praças da Juventude. A ação é responsãvel pela contrução de compexos esportivos áreas de vulnerabilidade social. Cada unidade está orçada em R$ 1,6 milhão e conta com quadra poliesportiva, campo de futebol, pista de corrida e de skate, teatro de arena e centro de convivência da terceira idade.

 
Já o Esporte e Lazer da Cidade recebeu do Pronaci R$ 17,5 milhões. Além de proporcionar o acesso a atividades físicas, jogos e brincadeiras que envolvem todas as faixas etárias, o programa estimula a convivência social, fomenta a pesquisa e a socialização do conhecimento, contribuindo para que o esporte e o lazer sejam tratados como políticas públicas.

 
3972
Loading. Please wait...

Fotos popular