Pravda.ru

Notícias » Portugal


Justiça portuguesa não quer alterar as leis penais

29.08.2008 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A nota da Procuradoria portuguesa divulgada ontem (28) anunciou a criação de unidades especiais de combate ao crime, que irão funcionar nos Departamentos de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa, Porto, Coimbra e Évora, de acordo com  o jornal Record.

O procurador-geral da República (PGR Pinto Monteiro pede pede que a prisão preventiva seja mais aplicada, que haja mais julgamentos sumários, mas também apela para que haja mesmo mudanças na lei.

Entretanto, o Ministério da Justiça divulgou uma nota na qual indica que concorda com as iniciativas anunciadas pelo PGR, mas reafirma que as leis penais não serão alteradas.


Ontem, o responsável do Gabinete Coordenador de Segurança, Leonel Carvalho, divulgou que, no primeiro semestre, a criminalidade violenta no nosso país registou um aumento de cerca de 10 por cento face ao mesmo período de 2007.

 
922
Loading. Please wait...

Fotos popular