Pravda.ru

Notícias » Portugal


Ranking: Os imigrantes que se casam com portugueses

18.01.2008 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O número de casamentos imigrantes brasileiros que residem em Portugal e portugueses aumentou 50% em 2006, segundo dados publicados nesta semana pelo Instituto Nacional de Estatística, de Portugal , noticia BBC Brasil.

De acordo com esses dados, dos 5.696 casamentos celebrados entre portugueses e estrangeiros naquele ano, 2.197 foram selados com brasileiros e brasileiras (contra 1986 registrados em 2005).

As estatísticas revelam ainda que são mais as brasileiras que se casam com portugueses do que as portuguesas com brasileiros. Em 2006, foram 2.315 casamentos de brasileiras e 602 de brasileiros.

"É sem dúvida um sinal de integração", considera Gustavo Behr, presidente da Casa do Brasil de Lisboa, a mais antiga associação de imigrantes brasileiros do país. "Mas isso tem a ver também com o perfil do imigrante brasileiro, que é mais jovem, vem para Portugal logo depois de acabar os estudos, enquanto os da Europa Oriental têm mais idade e muitos já são casados."

Behr considera que os casamentos para conseguir a legalização são uma minoria. "Isso deve ser algo absolutamente residual. Com o casamento consegue-se imediatamente a autorização de residência, mas a lei prevê que seja negada a renovação se o estrangeiro não mantiver o casamento. Um casamento desses não dura muito".

Outro fenômeno curioso revelado pelas estatísticas é que, enquanto o número de casamentos com os brasileiros crescem, o total de casamentos no país diminuiu.  

Os brasileiros constituem cerca de um quarto dos estrangeiros no país. Há quase 500 mil imigrantes em Portugal --país que tem 10,4 milhões de habitantes-- e a estimativa com que a embaixada do Brasil trabalha é que sejam cerca de 120 mil brasileiros.

O número não é exato porque muitos não estão legalizados (apenas cerca de 80 mil têm a situação regularizada).

Em segundo lugar, estão os cabo-verdianos, com 249 casamentos com portugueses, seguindo-se os angolanos, com 180, os ucranianos, com 171, os romenos, 131, os espanhóis, com 98, os ingleses, com 96, os russos, com 92 e os alemães e franceses, ambos com 63.

A segunda maior comunidade em Portugal é de Cabo Verde, com cerca de 70 mil pessoas, e em terceiro estão os ucranianos, com perto de 65 mil imigrantes

 
2381
Loading. Please wait...

Fotos popular