Pravda.ru

Notícias » Portugal


Bloco exige rescisão do contrato do Amadora Sintra

10.07.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Decorrente de uma investigação da Inspecção-Geral das Finanças, sabe-se hoje que é exigido aos antigos administradores da A.R.S. de Lisboa uma indemnização de 75 milhões de euros por pagamentos indevidos ao Hospital Amadora Sintra.

O Bloco de Esquerda considera que o principal responsável pelas irregularidades não pode ser deixado de fora: o grupo Melo que administra aquele hospital. Os pagamentos indevidos foram-no por informações erradas dos administradores e apenas aquele grupo lucrou com este buraco nos cofres do Estado.

O Bloco de Esquerda considera que não só o Grupo Melo deve devolver todo o dinheiro indevidamente recebido, como o acordo com aquele grupo para a administração privada do Hospital deve ser imediatamente rescindido.

Recorde-se que o acordo foi assinado pelo então Secretário de Estado da Saúde, Dr. José Carlos Lopes Martins, cinco dias depois da derrota eleitoral do PSD, no dia 10 de 1995, e já de partida para a oposição. Mais curioso ainda é saber que o referido Secretário de Estado foi, logo depois de assinar o acordo, trabalhar para a administração do grupo Melo na área da Saúde.

O Governo pretende generalizar a administração privada dos hospitais públicos para, segundo o executivo, racionalizar custos. A experiência está feita com os resultados que se vêm.

Bloco de Esquerda

 
1437
Loading. Please wait...

Fotos popular