Pravda.ru

Notícias » Moçambique


Nyimpine Chissano inocente

11.02.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Depois de muita especulação na imprensa internacional sobre o envolvimento de Nyimpine Chissano na morte do jornalista Carlos Cardoso, os que tinham declarado que o filho do presidente tinha-lhes dado ordens para cometer o acto agora dizem que não tinha nada a ver com o assassínio.

“Anibalzinho”, ou Aníbal dos Santos Junior, foi declarado culpado por um tribunal na semana passada do assassínio do jornalista e editor Carlos Cardoso, em Novembro de 2000. No início da investigação, Anibalzinho e cinco dos seus colaboradores tinham afirmado que o filho do presidente de Moçambique tinha-lhes dado a ordem de cometerem o crime.

No dia 8 de Fevereiro, uma estação de rádio em Maputo declarou que Anibalzinho tinha retirado a acusação contra Nyimpine Chissano: “Não é culpado”. Agora diz que os autores do crime são os irmãos Satar e Vicente Ramaya, ambos já presos por causa das alegações feitas por Carlos Cardoso, implicando-os num caso de corrupção.

Bento MOREIRA PRAVDA.Ru MAPUTO MOÇAMBIQUE

 
1097
Loading. Please wait...

Fotos popular