Pravda.ru

Notícias » Brasil


BENVINDOS AO CIRCO

25.07.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Caso contrário, o show que habitualmente se vê nos interrogatórios da CPÍ dos Correios geraria frutos e os deputados e senadores com aspirações políticas e que se inscrevem para participar dos questionamentos ao inquirido, conseguiriam, no mínimo, uma reeleição.

O político profissional sabe que para ter uma carreira sólida, ´e primordial que seu rosto e seu nome estejam sempre na mídia. E neste campo, no Brasil, do período pós-Sarney, há uma disputa ferrenha entre os integrantes do Poder Executivo e do Legislativo para ver quem mais aparece.

O Poder Executivo, no entanto, tem vantagem sobre o Legislativo, pois pode, através de uma boa campanha publicitária, multiplicar a importância de um pequeno ato como a propaganda do Ministério da Educação que informou que havia sido concluído o censo do professorado no Brasil e que de posse destas informações, o ensino estaria melhor.

O Brasil testemunhou na era Collor, a importância da imagem pessoal, no que ele se demonstrou um verdadeiro “expert” com suas caminhadas diárias nos arredores da Casa da Dinda, vestindo camisetas com dizeres chamativos como por exemplo, a campanha para que Brasília sediasse os jogos olímpicos de 2000 ou as aulas de karatê no Japão. Perto da sua derrocada ele ainda utilizou a força da imagem, desta vez, negativamente, pintando os cabelos de grisalho para demonstrar seu desgaste e quem sabe, atrair a comiseração da opinião pública.

Foi neste episódio, a propósito, que o Legislativo tomou gosto por CPI’s pois dr descobriu uma forma de suplantar o Executivo na arte de chamar a atenção. Logo após, a CPI do PC em 1992, houve a dos anões do orçamento em 1993 e ô Legislativo era supremo no Brasil pois Itamar era mineiro demais.

Então veio a era FHC que com seu Brasil em Ação, novamente suplantou o Legislativo na arte da imagem embora houvesse no Congresso, o megalômano Antônio Carlos Magalhães e, mesmo com o barulhento PT na oposição, conseguiu que todas as CPI’s que pudessem, porventura atingir o governo, como a do Banestyado e das Privatizações, fossem esmagadas, mas FHC, com dó de sua base aliada no Congresso, permitiu que fossem instauradas a CPI da Nike e do Futebol, e todos ficaram muito felizes quando tiveram a oportunidade de convocar Ronaldo Nazario para que ele explicasse porque o Brasil havia perdido a Copa para a França..

No início da era Lula, novamente o Legislativo foi apagado pois havia na Presidência, alguém fanático por microfones. Duas coisas, entretanto contribuíram para a reversão deste quadro: a eleição de Severino Cavalcanti para a Presidência da Câmara dos Deputados e as denúncias de Roberto Jefferson..

Agora o Legislativo, como nos tempos de Collor, está absoluto novamente e os parlamentares inscritos para oitivas na CPI estão vendo nisto uma enorme possibilidade de colher dividendos políticos deste fato, eis que a mídia está cobrindo amplamente o evento e estar entre os que inquirem o acusado é estar nos olhos do povo. Mas há um porem. Proferir perguntas objetivas discursos diretos não chamam atenção,ou seja, não são nem reproduzidos pela imprensa, todavia e necessário que haja um florido no discurso.

Há “experts” neste assunto como a Senadora Heloisa Helena, que , a propósito, é uma das primeiras a se inscrever para a oitiva, qualquer que seja o investigado. Helena não é oficialmente pré-candidata à Presidência da República, mas deve estar pensando seriamente nisto, uma vez quenseu nome vem sendo mencionado nas pesquisas de opinião e grande parte deste desempenho é graças as suas aparições na TV fazendo discursos como o quelevantou a bandeiura do feminismo quando foin inquirida a secetária de Marcos Valério, Fernanda Karina Somaggio.

Mas Heloisa Helena às vezes, tem seu brilho apagado por alguns como o deputado Onyx Lorenzoni que prometeu trabalhar 25 horas por dia para pegar Del´úbio Soares; declaração que, certamente, lhe renderia muitos votos se caso estivéssemos próximo às eleições.

Talvez não estejamos assim, tão longe das eleições pois as CPI’s ainda poderão gerar muitos frutos para os políticos que querem se aproveitar dela, especialmente se todos os que foram depoentes na CPI dos Correios novamente forem convocados para a CPI do Mensalão, depois haverá o processo de cassação dos deputados envolvidos., todos estes eventos, com bastante fogos de artifício.

É. Realmente as eleições estão muito próximas.

Jose Schettini Petrópolis BRASIL

 
4720
Loading. Please wait...

Fotos popular