Pravda.ru

Notícias » Brasil


Seminário América do Sul – África – Brasil 2004

23.03.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A Ministra da Mulher e da Coordenação da Acção Social de Moçambique, Virgilia Matabele, declarou hoje em Brasília que o mundo precisa de combater a desigualdade, resolvendo o problema de discriminação, promovendo a igualdade racial e de género.

No “Seminário América do Sul, África, Brasil 2004: acordos e compromissos para a promoção da igualdade racial e combate a todas as formas de discriminação”, que decorre em Brasília entre 22 e 24 de Março, organizada pela Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, a Ministra moçambicana agradeceu aos Latino-americanos por ajudarem os africanos “a encontrar estratégias de acção para implementarmos nos nossos países, adequando-os à cultura, tradição e costumes de cada povo".

“Uma mulher da raça negra que é deficiente sofre uma tripla discriminação”, acrescentou, referindo ao facto que é negra, é mulher e é deficiente. Virgilia Matebele considera que este tipo de seminário ajuda todas as partes a encontrarem soluções pela partilha de experiências.

Relativamente à política das quotas, referiu os 33% dos lugares no parlamento moçambicano que pertencem a mulheres (mais 3 Ministras e 5 Vice-Ministras) e considera que abrindo quotas para facilitar a adesão de negros às universidades “discriminação positiva”, no entanto, Virgilia Matabele disse que a solução base seria facilitar as estruturas de educação de forma igual, para que não haja necessidade de abrir quotas para negros terem acesso à faculdade.

Márcia MIRANDA PRAVDA.Ru

 
1574
Loading. Please wait...

Fotos popular