Pravda.ru

Notícias » Brasil


Hilary Duff faz show em São Paulo

23.01.2008 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Hilary Duff faz show em São Paulo

Em frente à casa de shows Via Funchal, ao anoitecer desta terça-feira (22), na Vila Olímpia (zona sul de São Paulo), vendedores ambulantes negociavam diversos suvenires com fotos ou apenas o nome da cantora Hilary Duff, escreve  Folha Online.

A cantora pop de 20 anos fazia naquela noite o último de seus dois shows na cidade com a turnê "Dignity". Com R$ 5, era possível escolher entre um calendário com a foto da cantora, um retrato ou uma faixa pink com o nome Hilary Duff escrito com "glitter" prateado.

Logo a rua foi tomada por meninas entre 8 e 18 anos. Mas não quaisquer meninas. As fãs de Hilary Duff --que diz adorar a Barbie-- são como a própria cantora: bem-vestidas, parecem bonecas.

Após gritos por "Hi-la-ry!, Hi-la-ry!", o show começa pontualmente às 21h. As músicas são todas parecidas entre si e é difícil saber quando terminou uma e já começou outra. A exceção é a cover de "Our Lips Are Sealed", hit da banda Go-Go's nos anos 80.

Bonita e simpática, a cantora segura uma bandeira do Brasil, apresenta o guitarrista brasileiro da banda ("De Brasil, Nando!") e agradece a todo instante. A sintonia entre a artista e o público é completa. Os fãs gritam quase sem parar e sabem as letras de cor. "Meu Deus, meu Deus, eu não acredito, obrigada", diz Hilary. Ela veste roupas curtas, mas não a ponto de preocupar os pais ali presentes.

No quesito dança, contudo, a moça deixa a desejar. Ela não se arrisca e faz apenas o básico, mexendo mais as mãos do que qualquer outra parte do corpo. Na verdade, apenas uma das mãos --a direita, pois a esquerda segura o microfone. Mas conversa com o público e convida todo mundo para dançar: "Não importa se você é menino ou menina, não importa a sua idade", diz. Mesmo assim, alguns pais preferem se sentar no chão e, com a cabeça baixa, esperam o show terminar. Outros carregam os filhos sentados nos ombros até o fim --que vem com o hit mais recente, "Stranger".

Amanda de Oliveira, 13, ficou satisfeita. "Amei. Só não imaginava que ela fosse tão linda! A voz dela é linda, as roupas são lindas. Eu não consegui parar de gritar."

No mesmo grupinho de amigos, Camila Dutra, 17, fez ressalvas quanto ao repertório. "Faltaram algumas músicas 'clássicas' dela, é bom você dizer isso na sua reportagem." Mas também parecia ter aprovado o show, e destacou o comportamento do ídolo. "A Hilary é um exemplo pra gente porque, mesmo sem fazer escândalos, ela consegue ter tanta fama quanto as outras cantoras."

"Ela tem um jeito de menina, é diferente das outras. E é uma ótima atriz", comentava Juliana Antunes, 15. Já sua amiga Beatriz Portela, 16, elogiou as coreografias do show. Mas o que elas acham da falta de rebolado da cantora? "Ah, ela realmente não é tão boa dançando, não é a Shakira, mas a gente deixa passar", comenta Beatriz.

As mães demonstravam ainda mais satisfação. "Ela não tem tatuagem, não tem piercing, e faz uns filmes legais", comenta Silvia Valente, mãe de Ana Letícia, 13, e Thais, 14.

Ícone do bom-mocismo em tempos de loucura de Britney Spears e Lindsay Lohan, a estrela teen conquistou Paula Simi, que acompanhava a filha Beatriz, 14. "A Hilary Duff é uma artista que a gente pode deixar [a filha] ouvir e ficar tranqüilo. Não precisa se preocupar."

Beatriz vestia uma camiseta feita por ela mesma com o retrato da cantora. "Olha, eu sou fã desvairada", diz. "Adoro a Hilary desde quando ela fazia 'Lizzie McGuire', aquela série da Disney. Fiquei louca quando vi o DVD de um show dela, decidi que tinha que ver um show da Hilary de qualquer jeito. Isso é um sonho." Ela destaca ainda as qualidades da artista: "As letras das músicas da Hilary fazem sentido. Ela canta muito bem e não é vulgar. A gente não gosta dessas cantoras vulgares".

 
4102
Loading. Please wait...

Fotos popular