Pravda.ru

Notícias » Brasil


Padre Oliverio

22.03.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

COMITÊ PELA LIBERTAÇÃO DE OLIVERIO MEDINA

PARTICIPE - DIA 31 de Março de 2006 – 19.00 horas

Praça da República, 282 – São Paulo –SP (sede/Apeoesp). Informações: (011) 6475-0203 Adriana (011)6409-2090 Elton (011) 3159-0233 Alfredo

Não à Extradição do Padre Oliverio Medina

Carta Aberta ao Presidente Luis Inácio Lula da Silva Presidente Lula: Nós, abaixo-assinados, cidadãos e cidadãs brasileiros e latino-americanos, religiosos e não religiosos, pertencentes às mais diversas organizações da sociedade civil, organizações de defesa dos direitos humanos e de refugiados políticos, vimos perante o governo de Vossa Excelência, exigir a imediata libertação e concessão de asilo político permanente ao Padre Oliverio Medina, porta-voz em nosso país da Comissão Internacional das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – Exército do Povo (FARC-EP), preso injustamente desde o dia 24 de agosto passado na sede regional da Superintendência da Polícia Federal, em São Paulo, tendo em vista que: 1º) A solicitação de sua prisão pelo governo de fato de Álvaro Uribe Vélez é ilegal e ilegítima, uma vez que este representante do crime organizado na Colômbia está no poder graças a uma escandalosa fraude eleitoral que o conduziu à Presidência da República com menos de 26% dos votos válidos nas “eleições” do ano de 2002. Trata-se de um membro de uma família oligárquica do estado de Antioquia, conhecida por seus vínculos com o narcotráfico e os esquadrões da morte (paramilitares) a serviço do Terrorismo de Estado. 2º) As cínicas acusações de “rebelião” e “terrorismo” pelo regime ilegítimo e antidemocrático colombiano para solicitar a prisão do Padre Oliverio Medina são contraditórias e falsas, fabricadas no Ministério da Defesa daquele país, depois da publicação em março do ano passado de uma montagem “jornalística” da revista “Veja” (panfleto anticomunista vinculado à CIA) intitulada “Tentáculos das FARC no Brasil” contra o partido e o governo de Vossa Excelência. 3º) O atendimento dessa solicitação pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, sem levar em conta os antecedentes criminais do atual presidente e a execução de sua prisão pela Polícia Federal em uma operação na qual participaram membros do DAS (Departamento Administrativo de Segurança), a Polícia Política do narco-Estado terrorista colombiano, representam uma inaceitável e desonrosa ingerência de um regime político bipartidário mafioso, decomposto, corrupto e historicamente sanguinário contra os trabalhadores. 4º) O Padre Oliverio Medina, como nós o conhecemos em nosso soberano território, vivia há dez anos livremente como qualquer cidadão estrangeiro com residência permanente, exercendo atividades político-diplomáticas legais e seu direito constitucional de ir e vir, portanto nunca foi acusado de ter cometido qualquer violação de nossa Constituição, nem qualquer tipo de ilícito, e sim atuava como um cidadão da oposição política que o regime do narco-presidente Uribe Vélez tem tentado calar por causa do competente trabalho informativo e de contra-informação que ele realizava sobre o conflito social e armado que já dura mais de 41 anos e cujas origens estão no caráter excludente e reacionário do Estado e de seu regime político, que não tolera oposição verdadeira. 5º) Um Estado soberano como o Brasil não pode jamais tolerar ingerência, pressões e chantagens nem muito aceitar solicitações de extradição de um Estado como o colombiano, que possui um poder judiciário que não garante o devido processo contra seus acusados. É de público conhecimento internacional o alto grau de violação sistemática dos direitos humanos, inclusive com execuções extrajudiciais contra revolucionários, sindicalistas e defensores dos Direitos Humanos. Se fosse extraditado para a Colômbia, a vida do Padre Oliverio Medina correria grave risco, já que o regime de Uribe está legalizando os esquadrões da morte narco-paramilitares e suas fortunas, paridos por ele mesmo, através da chamada “Lei de Justiça e Paz”, criticada por todos os organismos internacionais e colombianos de defesa dos direitos humanos. 6º) Além disso, utilizando falsas acusações e montagens judiciais, o governo narco-fascista colombiano leva a efeito há mais de um ano uma campanha de seqüestros em outros países (violação da soberania) e de entrega de líderes revolucionários da oposição armada aos Estados Unidos, como é o caso de Simon Trinidad (Ricardo Palmera), seqüestrado em Quito, e de Sonia (Anayibe Rojas Valderrama), ambos integrantes das FARC-Exército do Povo, atualmente reclusos em prisões norte-americanas, o que demonstra a submissão desse Estado ao intervencionismo do imperialismo no conflito social e armado com o pretexto cínico e desmoralizado de “guerra ao terrorismo e ao narcotráfico” e o desespero de um personagem que procura se legitimar através de sua “reeleição” em 2006. Acrescente sua adesão e reenvie a carta aos endereços abaixo: Presidente Lula

http://www.planalto.gov.br/falepr/exec/index.cfm?acao=email.formulario Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência: mariomamed@fedh.gov.br Vice Presidente José de Alencar vpr@planalto.gov.br Celso Amorim, Ministro das Relações Exteriores esaboia@mre.gov.br Dilma Rousseff casacivil@planalto.gov.br STF (Supremo Tribunal Federal): bndpj@stf.gov.br PT presidencia@pt.org.br sri@pt.org.br ouvidoria@pt.org.br PC do B http://www.vermelho.org.br/faleconosco/default.asp PSB http://www.psbnacional.org.br/faleconosco.asp Presidente do Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana monica.ventocila@sdh.gov.br CONARE (Comitê Nacional de Refugiados) - Ministério da Justiça conare@mj.gov.br e Fax: (55 – 61) 3226-2781 Adesões nacionais e internacionais: - Igor Martins Fontes, coord. geral da ACEPUSP- Ass. Cult. de Educadores e Pesquisadores da USP. - Marco Antonio Villela dos Santos - Presidente do Centro Cultural Antonio Carlos Carvalho - CeCAC - Jones Talai Mendes - CENTRO DE ESTUDOS BÍBLICOS - CEBI-RS - Romi Márcia Bencke - Pastora Luterana - porto Alegre/ RS - Werbston Jumar Barros Silva - CASA DA CULTURA "ANTONIO LISBOA DE MORAIS" BIBLIOTECA CAMPESINA - Fernando Gabriel León. Hermano de la Sagrada Familia de Belley. Argentina - Núcleo Mexicano de Apoyo a las FARC- EP, Movimiento Bolivariano de los Pueblos en México, Centro de Documentación y Difusión ”Libertador Simón Bolívar”, Movimiento de Lucha Popular, Frente Popular Francisco Villa Independiente, Son de Maíz “Espacio Cultural Peña del Son”, Unidad Obrera y Socialista, UNIOS, Movimiento Mexicano de Solidaridad con las Luchas del Pueblo Colombiano - Colectivo Simón Bolívar de Suiza – Ginebra - Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde de MG- Sind-Saúde-MG - Sindicato dos Farmacêuticos de MG- Sinfarmig/CUT - Associação Metropolitana de Radiodifusão Comunitária da Grande Belo Horizonte - ABRAÇO Grande BH - Marly Zavar - Diretora de Cultura do Conselho da Cidadania São Paulo – Norte – Capital - Madalena Maria Rodrigues - Comitê de Solidariedade, Guarulhos – SP - Arthur Maciel - Jornalista MTb 2452/PE - Bolivar Gomes de Almeida - RG 8005270726 - Prof. Dr. Clarilton Cardoso Ribas - Universidade Federal de Santa Catarina - Prof. José G. González - ciudad de Cumaná, Venezuela - Timothy Bancroft-Hinchey - Director e Chefe de Redacção PRAVDA.Ru Versão portuguesa - Valter Xéu- Dirertor e edirtor de Pátria LAtina - Ricardo Tito de Jesus - estudante de edcuaçaão fisica em Cuba - Eduardo Tito de Jesus - estudante Universitário - Paulo Cesar Martinez - Alianza de Organizaciones Sociales - México.

 
7654
Loading. Please wait...

Fotos popular