Pravda.ru

Notícias » Brasil


Mercado Floresta apresenta biodiversidade como negócio

20.09.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Demonstrar a importância e o potencial da economia florestal para o desenvolvimento do País e como alternativa real ao desmatamento são os objetivos do Mercado Floresta, uma grande feira de produtos florestais que acontece de 5 a 8 de novembro, na Oca do Ibirapuera, em São Paulo.

Idealizado pela organização não-governamental Amigos da Terra – Amazônia Brasileira, o evento deverá ainda propiciar negócios sustentáveis, através da divulgação de produtos e empreendimentos que já descobriram esse filão.

Além da exposição e venda de produtos, haverá uma série de eventos paralelos, como seminários, palestras e lançamentos, que contarão com a presença de autoridades, como os governadores do Acre, Jorge Viana, e do Amapá, Waldez Góes, e os ministros da Agricultura, Roberto Rodrigues, do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rosseto, e Ciro Gomes, da Integração.

Contará, ainda, com visitantes internacionais, como a ministra da Indústria e Comércio da Holanda, Karin van Gennip, que visitará a feira com empresários daquele país.

Participarão de palestras e debates também especialistas em questões florestais e desenvolvimento sustentável, como o economista Ignacy Sachs, os antropólogos Berta Becher, Beto Ricardo e Manuela Cunha, e cientistas como Carlos Nobre, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e Ênio Candotti, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Entre os eventos programados estão o Seminário Economia de Qualidade, que reunirá representantes de doze países integrantes das Reservas da Biosfera, da Unesco, para discutir projetos bem sucedidos de sustentabilidade local, e o Seminário Gestão e Mercados de Produtos Sustentáveis.

Além da credibilidade da Amigos da Terra – Amazônia Brasileira, uma das mais tradicionais entidades ambientalistas brasileiras, o Mercado Floresta conta com o apoio do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD) e a colaboração das organizações não-governamentais Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora) e Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA).

O maior atrativo da feira será apresentar centenas de produtos não-madeireiros, madeiras com certificação FSC e serviços relacionados, oriundos da Amazônia, da Mata Atlântica, da Caatinga, do Cerrado e dos demais ecossistemas florestais. Participarão desde grandes empresas madeireiras, como o Grupo Cikel ou a Leo Madeiras, até pequenos empreendimentos de comunidades tradicionais dos rincões do País, com atuação socioambiental comprovadamente sustentável.

A filosofia da feira é dar chance para que todos os tipos de empreendimentos florestais sustentáveis possam participar. Assim, algumas experiências valiosas, normalmente comunitárias, que não teriam condições financeiras de expor seus produtos, serão patrocinadas por outras instituições, que cobrirão custos como o aluguel e montagem do estande, frete etc. A Amigos da Terra, através do projeto Balcão de Serviços para Negócios Sustentáveis, trará empreendimentos da Amazônia e da Mata Atlântica, e o PNUD trará as experiências do Cerrado e da Caatinga, além de outros colaboradores. São projetos relacionados aos setores alimentício, artesanato, fitoterápicos, fitocosméticos, borracha, couro vegetal, móveis e decoração, pescados e serviços.

Para mostrar ao mercado em geral – interno e externo – o que existe e qual é a dimensão e o potencial da economia florestal brasileira, será montado na Oca uma estrutura que valorizará a qualidade dos produtos apresentados, com ambientes diferenciados e setores temáticos, como as “cidades” das águas, das castanhas, do artesanato, do turismo e do mel. O responsável pela cenografia do evento será o artista plástico Antonio Peticov.

Enquanto isso, o subsolo da Oca estará tomado por um variado repertório de cores, aromas, cheiros e sabores. Um espaço de 700 metros quadrados será inteiramente reservado à seção de degustação gastronômica da feira e contará com cerca de 25 ilhas que permitirão o acesso visual e a interação física dos visitantes com produtos frescos e/ou preparados dos biomas florestais do Brasil. Essa seção está sendo organizada pelo renomado chef de cozinha, Quentin Geenen de Saint Maur, que trará grandes chefs para mostrar como matérias-primas genuinamente nacionais podem ser incorporadas à identidade gastronômica brasileira.

Maiores informações podem ser obtidas no site www.mercadofloresta.org.br. Ou ainda pelo e-mail imprensa@mercadofloresta.org.br ou telefone (11) 30828088, com Maura Campanili

Assessoria de Comunicação Mercado Floresta Maura Campanili ou Helô Ribeiro (11) 3082-8088

 
4800
Loading. Please wait...

Fotos popular