Pravda.ru

Notícias » Brasil


TELESUR JÁ É VÍTIMA DE DIFAMAÇÃO

15.07.2005 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Segundo o periódico “El Tiempo”, de Bogotá, a nova emissora de notícias Telesur faz referências à organização terrorista basca ETA, que atua na Espanha e na França. Escreve “El Tiempo” que uma das emissões de teste da Telesur “mostra uma mulher no chuveiro, cantando uma pegajosa canção cujo coro é ‘eta, eta, eta’ (...) Os investigadores crêem que a canção da mulher é uma clara alusão ao grupo terrorista basco.” (“Polêmica por imágenes de Telesur”, 13 de julho de 2005. Link completo da notícia: http://eltiempo.terra.com.co/hist_imp/HISTORICO_IMPRESO/NACION_HISTORICO/2005-07-13/ARTICULO-WEB-NOTA_INTERIOR_HIST-2144024.html)

Por tamanha ignorância, a inteligência colombiana deveria ganhar um prêmio Ignóbil. A “pegajosa canção” nada mais é que “A Luz de Tieta”, de Caetano Veloso, cujo refrão diz: “Eta, eta, eta, eta, é a luz, é o sol, é a luz de Tieta, eta, eta”.

Claro está que tal “notícia” nada mais é do que uma campanha contra a nova emissora, que dará um enfoque independente às notícias locais e regionais. Lembremo-nos que a Colômbia, governada por Álvaro Uribe, é o maior aliado dos Estados Unidos na região. E com certeza há muitos, no governo colombiano e estadunidense, que estão irritados com a proposta da Telesur.

A emissora, que começará a operar plenamente no dia 24 de julho, é um projeto conjunto dos governos venezuelano, argentino, uruguaio, cubano e brasileiro. A proposta é criar um canal de notícias independente e local, e assim proporcionar à população latino-americana uma programação feita por e para latino-americanos. Até o momento, o maior e principal canal de notícias da América Latina vem dos EUA: CNN en español.

A Telesur é outro passo importante na integração da América do Sul, e na criação de um bloco de poder independente das outras potências. Todas as notícias que recebemos dos principais meios de comunicação internacionais, e mesmo de muitos da nossa própria região, estão marcados por um forte tendencionismo a favor dos EUA, do ultra-liberalismo e da política de direita. E, com isso, temos que engolir patranhas do tipo: Hugo Cháves é um demônio, a Rússia é uma tirania, o Iraque foi liberado, os EUA são um império benigno, e outras sandices.

Para manter a América Latina no lugar que Washington quer que ela esteja, é muito importante o controle dos meios de informação. Uma rede televisiva de grande alcance e independente é algo muito indesejável para os EUA e alguns setores da sociedade sul-americana. Não é de se estranhar que já se tenha iniciado uma campanha de difamação contra a Telesur. Quando ela inicie a operar plenamente, com certeza veremos campanhas ainda maiores. Mas esperemos que a Telesur prospere e continue molestando aqueles que querem que sejamos eternamente o quintal de Washington.

Carlo MOIANA Pravda.ru Buenos Aires

 
2905
Loading. Please wait...

Fotos popular