Pravda.ru

Notícias » Brasil


Brasil Alfabetizado vai ensinar seis milhões de pessoas em 2004

08.01.2004 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Esta é a meta do programa Brasil Alfabetizado que, em 2004, vai investir R$ 189 milhões em recursos públicos para, em parceria com a sociedade civil e com os governos estaduais e municipais, erradicar o analfabetismo.

Além dos recursos federais, verbas de entidades privadas e de instituições internacionais estão sendo negociadas pelo Ministério da Educação para garantir a execução do programa. Muito mais do que uma campanha de alfabetização, o Brasil Alfabetizado tem por objetivo garantir a efetiva inserção social de 20 milhões de brasileiros até 2006. No discurso de posse, em janeiro de 2003, o ministro Cristovam Buarque disse que tinha muitas razões para estar no Ministério da Educação, “mas, a mais importante, era a luta contra o analfabetismo”.

Lançado em setembro de 2003, o Brasil Alfabetizado conseguiu, em pouco mais de três meses, mobilizar, construir parcerias e assinar convênios que foram capazes de trazer para as salas de aula 3,2 milhões de jovens e adultos. Com isso, a meta proposta para 2003 – que era de 3 milhões – foi superada. “Este é um número histórico e representa um trabalho conjunto, que une governo federal, estados, municípios, empresas privadas, organizações não-governamentais, organismos internacionais e instituições civis contra o analfabetismo”, afirma o secretário de Erradicação do Analfabetismo, João Luiz Homem de Carvalho.

Conquistas O balanço do ano passado mostra que o programa está consolidado e pronto para novos avanços. O investimento público foi de R$ 175,7 milhões. Isso permitiu levar para as salas de aula 3.248.956 jovens e adultos, em 1.756 municípios, 864 deles atendidos pelo programa Fome Zero. O engajamento da sociedade na batalha contra o analfabetismo está expresso no número de instituições parceiras: foram firmados 189 convênios com governos estaduais e municipais, ONGs e Oscips, que receberam recursos do governo para implementar os projetos responsáveis pelo ensino de 2.075.647 estudantes. Estes projetos criaram 106 mil empregos para alfabetizadores, com salários médios de R$ 300,00 mensais.

Por iniciativa de empresas privadas e secretarias estaduais e municipais de Educação, com o apoio do ministério, foram para as salas de aula mais 1.173.309 brasileiros. Na alfabetização deste contingente, estão trabalhando outros 58 mil alfabetizadores. Além dos convênios, o MEC assinou 41 protocolos de intenção que serão desdobrados em 2004.

Partido dos Trabalhadores

 
2526
Loading. Please wait...

Fotos popular