Pravda.ru

Notícias » Brasil


Segunda etapa de vacinação contra febre aftosa vai até dia 20

03.11.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Segunda etapa de vacinação contra febre aftosa vai até dia 20

A segunda etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa no Paraná começa hoje e segue até o próximo dia 20. Na região de Campo Mourão o trabalho é para imunizar todo o rebanho estimado em 534.353 bovinos. Os produtos rurais têm até o dia 30 de novembro para comprovar a vacinação. O produtor que não fizer a comprovação estará sujeito à multa no valor aproximado de R$ 77,97 por animal, de acordo com a Tribuna do Interior.

O lançamento na região será às 10 horas no sítio Novo Horizonte, propriedade de Gilberto Muniz Simon, situada no Alto Cafezal (entre Campo Mourão e Piquirivaí). Na primeira etapa da campanha, realizada em maio, foi vacinado 98,77% do rebanho na região. De acordo com o chefe da Seab de Campo Mourão, Erikson Camargo Chandoha, dos 25 municípios, 15 imunizaram 100% dos animais. “Vamos trabalhar para aumentar o número de municípios com 100%”, assinala.

No Paraná, na primeira fase da campanha, a vacinação atingiu 9.368 milhões de bovinos e bubalinos, que representa 98,62% do rebanho estimado em dez milhões de cabeças. Serão intensificas as ações nos núcleos regionais de Guarapuava, Irati, Laranjeiras do Sul, Ivaiporã e União da Vitória, regiões que apresentaram índice de vacinação acima de 95%, mas inferior à média estadual.

De acordo com Marco Antonio Teixeira Pinto, chefe da Divisão de Defesa Sanitária Animal (DSA), da Secretaria da Agricultura, foram feitas reuniões nessas regiões para envolver as secretarias municipais de Agricultura, os conselhos municipais de agropecuária, os sindicatos rurais patronais e de trabalhadores e das organizações da sociedade civil, para que essas regiões também possam atingir o índice ideal de 100% de vacinação.

Melhorias – Para o Departamento de Fiscalização e Defesa da Sanidade Agropecuária (Defis) é imprescindível avançar nos índices de vacinação, atingidos na campanha passada. “Para isso, foram feitas reuniões de mobilização nas regiões onde a média estadual não foi alcançada.

Pretendemos repetir o trabalho feito na fronteira com o Paraguai, na campanha passada, onde o índice de vacinação alcançado foi de 99,67%, o melhor até agora”, disse Teixeira Pinto, referindo-se ao trabalho na região de fronteira, que teve o apoio da Itaipu Binacional, e que resultou na instalação de uma “cortina de proteção” para evitar a entrada da doença no Estado.

Para continuar com os índices de vacinação satisfatórios, o responsável pelo Programa Estadual de Erradicação da Febre Aftosa da Superintendência Federal de Agricultura no Paraná, Valdir Mariot, diz que é necessário que todos os produtores vacinem o rebanho. “Durante a campanha também vamos ministrar palestras para que todos se conscientizem da importância da vacinação”.

Brasil – O total de bovinos e bubalinos no País é de 201,4 milhões de cabeças e a previsão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento é de que, em 2007, sejam aplicadas mais de 395 milhões de doses. Só podem ser comercializadas e utilizadas no País as vacinas registradas e controladas pelo Ministério da Agricultura. É de responsabilidade dos produtores a aplicação das vacinas, mas cabe ao governo fiscalizar e orientar a vacinação.

 
3343
Loading. Please wait...

Fotos popular