Pravda.ru

Notícias » Brasil


Líderes do MST afirmam que não há onda de saques

03.07.2003 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Lideranças nacionais do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra) afirmam que saques de caminhões promovidos em Pernambuco são um fato isolado, porque famílias assentadas na região estariam passando fome. Segundo a Agência Brasil, o coordenador do MST João Pedro Stédile declarou ainda que não houve nenhuma decisão do movimento sobre um eventual aumento de invasões e saques no país.

Representantes do comando nacional do MST e de lideranças de todos os Estados reuniram-se na manhã desta quarta, dia 2, com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Palácio do Planalto. O encontro, que estava marcado para a próxima semana, foi antecipado devido às ações recentes de grupos de sem-terra.

De acordo com Stédile, que demonstrou otimismo, o encontro com Lula é histórico. Ele ressaltou que Líderes do MST afirmam que não há onda de saques.

"Nós queremos mostrar que a reforma agrária é a principal forma de acabar com a fome no Brasil", afirmou Stédile. "Nunca tivemos um momento histórico tão importante. Estamos entusiasmadíssimos e depois que sairmos daqui vamos comemorar com uma boa cachaça mineira", continuou.

Reivindicações Segundo a Agência Estado, os líderes do MST entregaram documento com 16 reivindicações, como o assentamento imediato de 120 mil famílias acampadas e de mais 1 milhão de famílias até 2006, a desapropriação de fazendas onde se registrou trabalho escravo e plantio de drogas e a abertura de inquérito pela Polícia Federal contra fazendeiros que contratam milícias armadas.

Os ministros José Dirceu (Casa Civil), Luiz Dulci (Secretaria Geral da Presidência) e Miguel Rossetto (Desenvolvimento Agrário) também participaram do encontro, ao qual compareceram ainda os líderes do governo na Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), e no Congressso, senador Amir Lando (PMDB-RO).

Participaram da audiência 27 representantes do MST. Eles deram para ao presidente uma bola de futebol, costurada por filhos de assentados que estudam numa escola técnica de Veranópolis (RS), e uma cesta com doces, geléias e vinhos produzidos nos acampamentos.

www.pt.org.br

 
2218
Loading. Please wait...

Fotos popular