Pravda.ru

Notícias » CPLP


Começa a Feira Brasil Certificado

19.04.2006 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Pages: 12
Começa a Feira Brasil Certificado

Evento é uma oportunidade para se ver de perto o que significa a floresta no dia-a-dia mesmo de quem vive nas grandes cidades

O consumidor brasileiro interessado em colaborar com desenvolvimento sustentável, em especial com a conservação de nossas florestas, conta atualmente com cerca de 250 linhas de produtos, que vão de material de construção, móveis, objetos de decoração, utensílios domésticos, brindes, cosméticos, material escolar e de escritório, além de livros, alimentos e até empreendimentos imobiliários, com a garantia de origem ambientalmente correta, socialmente justa e economicamente viável. São todos produtos que possuem o selo do Forest Stewardship Council (FSC) ou Conselho de Manejo Florestal, a certificação florestal de maior credibilidade internacional, produzidos ou comercializados por empresas que movimentam US$ 2,5 bilhões por ano no País.

Uma boa parte desses produtos poderá ser conhecida entre os dias 18 a 20 de abril, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo, durante a II Feira Brasil Certificado, evento que reunirá produtores e compradores de matéria-prima e produtos florestais produzidos de maneira sustentável. São 50 expositores de áreas como serrarias, indústrias de papel e celulose, painéis reconstituídos, fabricantes de móveis, produtos florestais não-madeireiros (alimentos, cosméticos, óleos, essências), design, artesãos e produtores comunitários.

O evento, que será aberto terça-feira (dia 18) pela ministra do Meio Ambiente Marina Silva , é uma iniciativa do Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), em parceria com o Conselho Brasileiro de Manejo Florestal (FSC Brasil) e o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), será aberto ao público em geral (com entrada gratuita) e contará com uma Mostra de Design Ecológico e um Fórum de Mercado. São esperados cerca de 5.000 visitantes nos três dias da Feira, dos quais 750 deverão participar do Fórum (cujas inscrições já estão esgotadas). Entre os credenciados para o evento estão representantes de 13 países, além do Brasil: Alemanha, Canadá, Vietnã, Inglaterra, Peru, Estados Unidos, Nigéria, Uruguai, Paraguai, França, Panamá, Bolívia e Holanda.

Entre os expositores estão empresas como: A.W. Faber Castell, ABN Amro Real, Araupel, Arte Forma, Beraca Sabará, Braspine Madeiras Ltda, Cikel Brasil Verde, Cooper Floresta, EcoLeo/Leo Madeira, Ecolog Indústria e Comércio, Fênix Indústria de Móveis Itatiba, Floresteca Agroflorestal, Greenpeace, Indústria Brasileira de Molduras, Indústria de Madeiras Guilherme Butzke, Mil Madeiras Itacoatiara, Natura, Orsa Florestal, Piatan Interiores Indústria e Comércio, Sebrae Acre, Secretaria de Floresta do Estado do Acre, Suzano Bahia Sul Papel e Celulose, WWF-Brasil.

Mercado em crescimento 

Entre 2004 e 2006, a área florestal certificada pelo FSC internacionalmente passou de 40 milhões de hectares para 68,1 milhões de hectares, o que representa um aumento de 70,25%. Neste período, os países com áreas certificadas passaram de 59 para 66 e o número de florestas certificadas de 600 para 775. No Brasil, o número de florestas certificadas passou de 35 para 64 em dois anos. Atualmente, é o país com o maior número de empreendimentos e com a maior área certificada da América Latina, com 3,5 milhões de hectares certificados até janeiro de 2006, em 17 estados. A Bolívia vem em segundo lugar, com 2 milhões de hectares. Das áreas certificadas pelo FSC no mundo, 55,76% são de florestas naturais, 11,11% são de plantações florestais e 33,14% são áreas de florestas naturais e plantações.

Consumidor final

Mais do que a área plantada ou a produção madeireira, para o consumidor o importante é a certificação da cadeia de custódia para fabricantes, compradores, vendedores ou distribuidores de produtos florestais. Essa certificação consiste no rastreamento da matéria-prima da floresta até o consumidor final, garantindo a origem certificada do produto, seja ele feito a partir da madeira (de floresta natural ou plantada) ou de outros produtos florestais não-madeireiros. Atualmente, existem 5.115 linhas de produtos (nas diversas fases da cadeia de custódia) certificados pelo FSC no mundo, sendo 247 no Brasil. Isso significa que, para haver um produto certificado, toda a cadeia deve ter o selo FSC. Esse processo será um dos destaques da Feira Brasil Certificado, com vários exemplos de cadeias de custódia.

O selo FSC 

A certificação FSC surgiu em 1993 especialmente como uma resposta ao desmatamento das florestas tropicais no mundo, depois que a estratégia de boicote ao consumo dessas madeiras, durante os anos 80, não funcionou, principalmente pelo fato de, muitas vezes, o país produtor ser também o consumidor (caso do Brasil).

A idéia central por trás dessa iniciativa, por um grupo que incluía madeireiros, silvicultores, ambientalistas, movimentos sociais, povos indígenas e artesãos de 26 países, era que as florestas só seriam conservadas se fosse possível a exploração econômica de seus recursos, pautada em critérios sociais e ambientais que possibilitassem sua sustentabilidade no longo prazo.

No entanto, nesses 12 anos do FSC, a certificação avançou muito mais em florestas naturais temperadas - a Suécia tem a maior extensão de florestas certificadas no mundo – do que nos trópicos, justamente pela dificuldade e complexidade ambiental e social, além da questão fundiária: o principal entrave para o crescimento da certificação de florestas naturais no Brasil.

 
Pages: 12
9310
Loading. Please wait...

Fotos popular