Pravda.ru

Notícias » CPLP


Minas Gerais é uma bomba, os vizinhos que se cuidem

14.01.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

De acordo com a diretora de Licenciamento de Atividades Minerárias e Industriais da Feam, Zuleika Torquetti, 59 documentos apontam que as barragens não estão estáveis: 27 com alto risco ambiental em potencial, 20 com risco médio e 12 com risco baixo.

Das barragens cadastradas na Feam, mais de 60% são de empresas de mineração e o restante de indústrias e infra-estrutura como geração de energia.

Que irresponsabilidade, que devastação, que infâmia! Quanto tempo ainda resta de vida possível neste planeta?

E que povo mais conformado, mais passivo, mais alienado! Nos noticiários, entrevistando as vítimas da tragédia, não se ouve um grito de protesto, de indignação ou mesmo de pura raiva. As pessoas expulsas de suas casas, mergulhadas na lama vermelha que desceu da barragem rompida, sem água potável, depois de perderem tudo e ainda sob o risco das doenças (especialistas discutem se há material tóxico na lama) provenientes da água que rompe os bueiros e esgotos, só são capazes de dizer: "pois é...fazer o quê?" ou então "E agora, pra onde que vou?". Meu Deus, não são capazes de dizer nem um palavão dirigido a esses canastrões que engordam suas contas bancárias a custa da destruição da vida.

Enquanto o estado é devastado por mais uma barreira industrial e pelas enchentes, o nosso governador Aécio Neves passa férias nos Estados Unidos. Será que vale a máxima de que cada povo tem o governante que merece?

Glória Reis


Nota: O jornal Recomeço é uma frente de resistência à injustiça oficial em nosso país. Trata-se de um jornal impresso com textos dos detentos e uma página na internet na qual publicamos matéria sobre direitos humanos, cidadania, respeito ao Estado de Direito, Direito Penal e Sistema Carcerário sob a ótica de uma verdadeira justiça e contra o arbítrio praticado pelo próprio estado através do Poder Judiciário.

http://jrecomeco.blog.uol.com.br/

 
2042
Loading. Please wait...

Fotos popular