Pravda.ru

Notícias » CPLP


Jean Charles, Cinco Anos Depois... : “ Impunidade À Inglesa ”

08.08.2010 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Mineiro nascido em uma Remota Cidade do Interior do Estado, pré-destinado, como tantos outros brasileiros, de igual estirpe, à mediocridade rotineira de sua vida, a ordenhar gado e roçar pasto, não fosse a notória Opção Britânica , que fez, de imigrar, Jean Charles , uma vez na Capital Londrina, somou-se, como imigrante, a vasta leva de Hindus, Nigerianos, Árabes, Muçulmanos e Chineses , vindos das mais variadas partes do Mundo, Antigas Colônias do Império, destinados, invariavelmente,a habitar os “ Subúrbios ” da Sociedade, Cultura e Economia Ingleses , daquilo que, antes, fora o Maior Império Colonialista do Mundo: A Majestosa Inglaterra .

Por : Pettersen Filho

Após haver se passado Cinco Anos do vil Assassinato , em meio a intensa discussão, instalada no seio da prestigiada “ Scotland Yard ”, a Polícia da Inglaterra, aferida, inclusive, por uma Comissão Independente, que apurou a Morte do Jovem Brasileiro Jean Charles de Menezes , no Metrô de Londres, na época, atribuído ao Chefe da Operação, Ian Blair , finalmente, teve como Resultado Cabal , infeliz, e evidente, a “ Absolvição” pelo Assassinato, hoje possível de ser visto em Filme , retratado na “ Telona ”, ao vivo e a cores, infelizmente, em uma dramaturgia macabra, em que a Arte imita a Morte, ficando-nos, ademais, a terrível impressão de que, tanto lá, como cá, a Justiça Inglesa , a fim de isentar o Estado , também dá seus “Jeitinhos”, tal qual se faz aqui, no Brasil ..

Mineiro nascido em uma Remota Cidade do Interior do Estado, pré-destinado, como tantos outros brasileiros, de igual estirpe, à mediocridade rotineira de sua vida, a ordenhar gado e roçar pasto, não fosse a notória Opção Britânica , que fez, de imigrar, Jean Charles , uma vez na Capital Londrina, somou-se, como imigrante, a vasta leva de Hindus, Nigerianos, Árabes, Muçulmanos e Chineses , vindos das mais variadas partes do Mundo, Antigas Colônias do Império, destinados, invariavelmente,a habitar os “ Subúrbios ” da Sociedade, Cultura e Economia Ingleses , daquilo que, antes, fora o Maior Império Colonialista do Mundo: A Majestosa Inglaterra .

Colhido por cerca de Nove imperdoáveis Tiros , certeiros, em uma das Estações de Metrô Londrinas, quando supostamente dirigia-se, com suas humildes ferramentas de Eletricista , para o trabalho, em meio a uma Cidade que hoje reflete, dissimulada, o Medo dos seus habitantes, de haver o Governo Britânico se envolvido, ao lado dos Americanos , na inadmissível Ocupação do Afeganistão e do Iraque , com isso, trazendo o Terrorismo Extra - fronteiras para dentro dos Tradicionais Ônibus de “ Dois Andares ” e “ Pubs ” Britânicos, tomado, Jean Charles , inadvertidamente, por um Terrorista , em uma Megalópole que, se recusa a aceitar, pacificamente, sem preconceitos, a Grande Miscelânea Racial , que hoje é o Planeta, Globalizado e Robotizado , em que todos, não legitimamente Anglo - saxões , são sujeitos passivos, em potencial, Jean Charles sequer teve a Ré - oportunidade de se defender do destino mordaz que o aguardava, como de resto, em Tempos Modernos , aguarda a todos os que se “ Interpõem ”, enquanto abastecem, inocentemente, seus carros, ou embarcam nos trens metropolitanos, com seus corpos e vidas, entre uma Arma e seu Alvo , gerando a tão propalada: “ Bala Perdida ”, na mórbida rotina, e dia-a-dia Brasileiro, ou das “ Balas Achadas ”, nesse caso, na Cosmopolitana Londres .

Afinal, estando Jean Charles há milhares-e-milhares de milhas da sua Terra Natal , nada mais teve, no entanto, em sua Morte Cinematográfica , em Londres, do que os seus indesejáveis “Quinze Minutos de Fama ”, que, possivelmente, não teria, ou teria, aqui, se houvesse, ao invés de Londres, migrado, da sua Fazendinha no Interior de Minas, para uma das Favelas do Rio de Janeiro ou São Paulo , em busca de uma vida melhor.

Apenas com a diferença de que, lá, não foi abatido pelas mãos incógnitas de um Policial Militar despreparado, ou pela “ Queima-de-Arquivo ” do Tráfico, a reluzir, sem brilho, nas sublinhas das Manchetes de Jornal, aos milhares, Brasil a fora, enquanto se dirigia para o seu trabalho, sem sequer, gozar de Registro em Carteira, em qualquer Obra da Construção Civil Tupiniquim, mas, sim, foi sordidamente abatido pelas “ Mãos Escrupulosas ” da poderosa “ Scotland Yard ” , guardadas as devidas proporções, nesse caso, igualmente Elitista e Preconceituosa , a dimensionar, lá na Inglaterra , o mesmo “ Velho Mundo ” que cá existe, em que, alguns, apenas por não serem Branco - saxões ou Arianos , tudo têm, enquanto outros nada possuem!

Enfim: Apenas mais um dos milhares de “ Jeans Charles Brasileiros ”, que morrem todo dia nas Vielas e Sinais de Transito , Brasileiros, desta vez, muito mais “ Chic ”, alcançado pela Impunidade, mas, a Majestosa Rainha ...

Ou seja, Impunidade à " La Britânica ".

Não percam, em breve, no Cinema , ou no Assalto , mais perto de você...

Por : Pettersen Filho

ABDIC – Associação Brasileira de Defesa do Indivíduo e da Cidadania.

>> Jornal Grito Cidadão

 
5193
Loading. Please wait...

Fotos popular