Pravda.ru

Notícias » CPLP


Ataque Fascista no Brasil

02.08.2020 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Ataque Fascista no Brasil. 33717.jpeg

Nota oficial do PCO sobre o ataque hacker ao jornal do Partido

 

Na tarde do dia 18 de julho, teve lugar um acontecimento de enorme gravidade: o jornal diário do PCO na Internet, o Diário Causa Operária (causaoperaria.org.br) sofreu um ataque criminoso por hackers, que destruíram a estrutura do site e apagaram mais de quatro mil artigos, que correspondem a mais de quatro meses de trabalho. Esse ataque merece a máxima atenção de toda a esquerda, pois de forma nenhuma se trata de uma ocorrência isolada, mas é a expressão da intensa luta que se trava neste momento em nosso País.

Este não foi um ataque comum. O DCO e a página oficial do PCO foram atacadas em diversas oportunidades no passado. Diferentemente, contudo, de outras vezes, em que a intenção do agressor era fazer a sua própria propaganda, o presente ataque teve claramente a intenção de destruir completamente o jornal, o que apenas não ocorreu porque os militantes responsáveis intervieram e detiveram os criminosos em pleno curso. Pelo que temos notícia, trata-se de um ataque de envergadura sem precedentes a um sítio de internet de esquerda pelo menos nacionalmente.

A agressão criminosa significou a destruição do trabalho de quase 500 pessoas que colaboram com o Diário, além de um atentado contra o restante dos filiados do partido, posto que este é um dos seus órgãos oficiais. Os quatro mil artigos apagados correspondem a cerca de 100 dias e oito mil horas de trabalho dedicado e militante de redação, fotografia, revisão etc. Representa também um enorme prejuízo financeiro, dado que milhares de horas de centenas de pessoas foram aí empregadas, tanto para redigir os artigos como para montar o site, que havia recebido uma nova estrutura recentemente e terá que ser reconstruída do zero.

Coincidência ou não, os criminosos invadiram o jornal no momento em que este estava terminando a sua reformulação e estava com a segurança e o back-up desguarnecidos. Mesmo assim, estamos trabalhando para recuperar o que foi perdido.

É importante destacar que nosso jornal diário é um dos mais importantes órgãos partidários da esquerda, tanto em termos de acesso, com quase um milhão de visualizações mensais, como pela quantidade e diversidade de artigos, bem como pelo seu conteúdo combativo e revolucionário.

Entendemos, assim, que este ato criminoso foi obra da direita fascista ou de uma ação paraestatal. O método é inconfundivelmente da direita e do aparato repressivo, inimigos da liberdade de expressão e da esquerda revolucionária, que nos tempos da ditadura, e mesmo em alguns regimes considerados democráticos, no Brasil e no resto do mundo, empastelavam os jornais da esquerda, quando havia apenas jornais impresso. O paralelo aqui pode ser facilmente traçado: trata-se de um empastelamento digital.

Desde o golpe de 2016, há uma ofensiva sistemática contra a imprensa de esquerda e as redes sociais. Intensificou-se o cerceamento à mesma, com ataques a jornalistas e aos seus diversos órgãos, sendo um exemplo o ataque, durante as eleições, à página "Mulheres contra Bolsonaro", no Facebook, que hackers transformaram em "Mulheres a favor de Bolsonaro", uma inquestionável ação da extrema direita.

O ataque vem ainda em um momento em que o PCO está fazendo o maior esforço na luta pelo Fora Bolsonaro. O Partido da Causa Operária tem impulsionado comitês de luta, publicado centenas de milhares de materiais e chamado atos semanais em todo o país, numa propaganda incessante pela derrubada do presidente golpista, sendo o Diário Causa Operária um dos principais porta-vozes dessa campanha.

O ataque também coincide também com o lançamento do sinal 24 horas da Causa Operária TV (COTV), uma demonstração do crescimento e da força de nossa imprensa e da imprensa de esquerda em geral, que aparece como uma ameaça à política da direita.

Trata-se também de um ato de retaliação aos embates políticos e mesmo físicos que tivemos com a extrema direita: uma tentativa de intimidar nosso partido, mas também o conjunto da esquerda. Não conseguirão.

Esse ato sem precedentes se caracteriza ainda por um ataque frontal não apenas aos direitos democráticos em geral mas particularmente à democracia operária, da esquerda, uma característica central do fascismo que é impulsionado pela classe dominante justamente para destruir a democracia operária.

A denúncia deste ataque fascista criminoso torna-se fundamental para combater a ofensiva da extrema-direita no País e internacionalmente e defender tanto a nossa como outras organizações ligadas à luta dos trabalhadores. Pedimos, assim, a solidariedade a todos os setores de esquerda; organizações sindicais, movimentos sociais, partidos da esquerda e também aos órgãos da imprensa progressista. Pedimos que se manifestem publicamente contra este ataque criminoso do fascismo que atinge todas as organizações operárias e populares.

Nesse momento é fundamental uma campanha de repúdio a essa ação criminosa da extrema direita.

O PCO vai tanto denunciar amplamente esse ato, como entrar com queixa na polícia para procurar identificar os criminosos. Conhecendo a parcialidade da Justiça capitalista, para tanto, vamos também contratar uma empresa especializada para procurar descobrir a origem desse ataque, pois não podemos confiar nos órgãos do Estado capitalista para solucionar a questão. Para nós, é fundamental tirar essa questão a limpo e encontrar os delinquentes políticos.

Pedimos ainda a colaboração de todos para que possamos repor integralmente as perdas sofridas, bem como para reorganizar e fortalecer o nosso jornal.

Comitê Central Nacional do Partido da Causa Operária

São Paulo, 22 de julho de 2020

 

http://www.patrialatina.com.br/nota-oficial-do-pco-sobre-o-ataque-hacker-ao-jornal-do-partido/

 

 
7213

Fotos popular