Pravda.ru

Notícias » Negόcios


Biografia de José Aparecido de Oliveira é lançada em Belo Horizonte

25.03.2017 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Biografia de José Aparecido de Oliveira é lançada em Belo Horizonte. 26255.jpeg

Biografia de José Aparecido de Oliveira é lançada em Belo Horizonte

Noite de autógrafos badalou a capital mineira com presenças marcantes em concorrido evento na Praça da Liberdade

Foi uma noite memorável a do lançamento da biografia do político mineiro José Aparecido de Oliveira, ocorrida em Belo Horizonte, na Biblioteca Pública Luiz de Bessa, no último dia 20 de marca, uma segunda-feira.

Falecido em outubro de 2007, a presença marcante de José Aparecido na vida social de Minas e do Brasil continua viva até hoje. Bem ao estilo dos eventos promovidos em vida pelo biografado, a noite contou com a presença de representantes de todas as áreas, de todos os seguimentos, como secretários de Estado, políticos, artistas, magistrados, jornalistas, escritores, acadêmicos, historiadores, familiares, conterrâneos de José Aparecido, além de amigos da vida inteira, que vieram de todas as partes de Minas Gerais e do Brasil, com convidados do Rio de janeiro, Brasília e São Paulo.

Organizada pelo jornalista e escritor mineiro Petrônio Souza Gonçalves, o livro traz artigos, entrevistas, depoimentos e fotografias dos momentos mais marcantes da vida de Aparecido, que deixou um legado da maior importância e representatividade para Minas Gerais, o Brasil e mundo, pois foi dele a implantação e consolidação da CPLP - Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, irmanando países pela língua ao redor do mundo.

Para o organizador da obra, "essa biografia vem apenas aferir tudo aquilo que José Aparecido de Oliveira foi em vida, um visionário, um pioneiro, um homem que cravou uma lança na lua e no coração de todos os mineiros. Esse livro vem apenas manter a chama acesa, falar do legado de anos e anos de um homem que devotou a sua vida às causas impossíveis e fez esse nosso frio mundo moderno um pouco melhor, com mais arte, mais cultura, mais vida".

Para José Fernando Aparecido de Oliveira, filho do biografado e também prefeito da histórica cidade de Conceição do Mato Dentro, amor maior de Aparecido, "esse livro vem deixar claro o compromisso cívico de meu Pai, que dizia que um povo sem cultura e como um corpo sem alma. E por essa causa, da cultura, ele abriu mão de interesses próprios para criar a Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais e o Ministério da Cultura da República. Tudo isso feito de forma agregadora, democrática e participativa. A única coisa que posso fazer e seguir seu exemplo e dar o testemunho de tudo que vi e vivi ao lado dele".

José Fernando Aparecido de Oliveira autografou o livro ao lado do organizador da obra e de sua mãe, a embaixatriz Leonor Oliveira, em uma noite marcada pelo carinho e respeito à história de Minas e do Brasil, onde José Aparecido de Oliveira tem um papel fundamental.

O livro

A biografia perpassa por toda trajetória de José Aparecido de Oliveira, desde a infância no interior de Minas até a criação da CPLP - Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, estruturada quando Aparecido foi embaixador do Brasil em Portugal. A edição teve o apoio cultural da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração - CBMM.

O livro aborda ainda as muitas facetas de Aparecido, que por mais de meio século exerceu o poder com influência determinante no Brasil. A que se destacar que poucos homens públicos exerceram por tanto tempo tanto fascínio no meio político, social e cultural do país, com tanta originalidade e personalidade.

José Aparecido dizia que um povo sem cultural é como um corpo sem alma. Ele foi o primeiro secretário de Cultura de Minas Gerais, no governo de Tancredo Neves, e o primeiro ministro da Cultura do país, no governo de José Sarney. Quando governador de Brasília, retomou o projeto original de Oscar Niemeyer e Lúcio Costa e foi o responsável pelo tombamento da capital federal pela UNESCO, sendo Brasília a primeira cidade criada e tombada no mesmo século em todo o mundo. José Aparecido foi conhecido em vida como o 'Zé de todos os amigos'.

O livro além de depoimentos traz artigos assinados por pessoas ligadas a Aparecido durante toda a vida. Os autores e os capítulos que compõem a biografia são: José Maria Rabelo: "As histórias do Aparecido". "Benito Barreto: "O Homem e o Amigo". José Bento Teixeira de Salles: "Assim era Ele". Orlando Vaz: "Articulador Político e Talento Admirável". José Augusto Ribeiro: "Dois Raros Momentos da Dupla Jânio-Aparecido". Gervásio Horta: "José Aparecido: Poucas e Boas". Mauro Werkema: "José de Todos os Amigos". Aristóteles Drummond: "O Zé Carioca". Guy de Almeida: "Aparecido no DF". Angelo Oswaldo: "O Compromisso Cultural de José Aparecido". Wilson Figueiredo: "A Arte de Negociar Divergências". Paulo Casé: "Manifesto AAZA". Oscar Niemeyer: "JAO". Ziraldo: "As Aventuras de José Aparecido". Mauro Santayana: "Conversações na Rua Caraça". Alberto Pinto Coelho: "Demiurgo das Utopias Realizáveis". Silvestre Gorgulho: "Lições e Segredos de Um Mestre". Sebastião Nery: "12 Historias de José Aparecido" e Petrônio Souza Gonçalves: "José Aparecido, algumas histórias". Fatos da vida particular de José Aparecido, até então desconhecidos, também são abordados e revelados no livro.

Vale lembrar que foi de Aparecido o argumento final para Itamar Franco aceitar ser vice de Collor, quando Itamar desejava mesmo ser vice de Brizola. Esta e outras histórias estão contadas com detalhe no livro. Outro fato narrado na obra foi o encontro de Zé Aparecido com colunista Antonio Maria, que todos os dias falava mal de Aparecido em sua coluna. Quando os dois se encontraram pela primeira vez na noite do Rio de Janeiro, Zé Aparecido se recusou a cumprimentar Antônio Maria, dizendo que o colunista falava mal dele sem o conhecer. Antonio não perdeu a piada e disse: "É por isso mesmo que falo mal, pois se eu o conhecesse, seríamos amigos e eu só falaria bem de você". Os dois se tornaram amigos da vida inteira, sendo a amizade com Maria compartilhada por toda família de Aparecido. O livro tem 230 páginas, com fotos dos principais momentos da vida do lendário político mineiro.

Livro:

José Aparecido de Oliveira - O Melhor Mineiro do Mundo

Organizado por Petrônio Souza Gonçalves

Editora Realejo Livros - Santos (SP)

Até onde vai Gilmar Mendes?

 

 
7543
Loading. Please wait...

Fotos popular