Pravda.ru

Notícias » Negόcios


Brasil: Estudo sobre produção agrícola

10.03.2010 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Em fevereiro, IBGE estima safra de grãos 8,5% maior que a de 2009

A safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas1 deve somar 145,1 milhões de toneladas em 2010, 8,5% maior que a obtida em 2009 (133,8 milhões de toneladas) e 1,2% acima do levantamento de janeiro (143,4 milhões de toneladas). É o que aponta a segunda estimativa do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA2), de fevereiro. A área a ser colhida, de 47,9 milhões de hectares, apresenta acréscimo de 1,5% em relação a 2009, que foi de 47,2 milhões de hectares.

As três principais culturas (arroz, milho e soja), que respondem por 81,5% da área plantada, apresentam variações de –3,8%, -4,1% e +5,9%, respectivamente, na comparação com a safra de 2009. No que se refere à produção, o milho e a soja registram acréscimos de +2,6% e +17,4% enquanto o arroz apresenta retração de - 5,0%.

A safra esperada para 2010 tem a seguinte distribuição regional: Região Sul, 60,8 milhões de toneladas (+16,1%); Centro-Oeste, 49,9 milhões de toneladas (+2,2%); Sudeste, 16,4 milhões de toneladas (-4,2%); Nordeste, 14,0 milhões de toneladas (+20,6%) e Norte, 3,9 milhões de toneladas (+3,4%). O Paraná permanece como o maior produtor nacional de grãos, superando o Mato Grosso em 1,4 pontos percentuais.

Em fevereiro, destaque para cinco produtos

No LSPA de fevereiro destacam-se as variações de estimativa de cinco produtos: café em grão (-0,8%), feijão em grão 2ª safra (-1,7%), milho em grão 1ª safra (+0,9%), milho em grão 2ª safra (+3,5%) e soja em grão (+1,2%).

Café (em grão)

A produção nacional de café em grão foi estimada em 2,8 milhões de toneladas (46,4 milhões de sacas). Em relação a janeiro, a quantidade representa decréscimo de 0,8%. A área total ocupada com a cultura também apresenta decréscimo (-0,1%), totalizando 2,3 milhões de hectares, e a área destinada à colheita é de 2,1 milhões de hectares (-0,3%) na comparação com o LSPA de janeiro. Os decréscimos são resultado do problema das altas temperaturas na Zona da Mata e o excesso de floradas no Sul de Minas Gerais.

Feijão (em grão) Total

A produção nacional de feijão, considerando as três safras, está avaliada em 3,7 milhões de toneladas, 1,7% aquém da estimada no LSPA de janeiro. Em relação à 1ª safra do produto, a produção manteve-se praticamente inalterada (redução de apenas 349 toneladas). Já a 2ª safra registra uma queda de 4,5% (63.362 toneladas, em termos absolutos). Essa variação negativa reflete, notadamente, os decréscimos observados no Paraná (-13,2%) e no Rio Grande do Sul (-4,5%). Nestes estados, respectivamente, a área cultivada caiu 27,9% e 10,8% na comparação com janeiro. Os baixos preços praticados para o produto, abaixo do preço mínimo, fazem com que a projeção anterior não seja atingida.

Milho (em grão) Total

A produção nacional do milho em grão em 2010, para ambas as safras, totaliza 52,4 milhões de toneladas, com variação positiva de 1,8% sobre janeiro. Na 1ª safra, a produção deverá alcançar 33,7 milhões de toneladas (+0,9%). No Paraná, maior produtor nacional (19,2% de participação), 25% da área encontra-se colhida, e a produtividade supera as expectativas em função das boas condições climáticas. Já a produção do milho 2ª safra deverá somar 18,6 milhões de toneladas, 3,5% a mais que o informado em janeiro. Este incremento deve-se, basicamente, às novas informações levantadas no Paraná, onde se prevê ganho de produção de 11,8%. Salientando que, nesse Estado, embora a área plantada, frente ao mês passado, registre uma redução de 7,9% devido aos baixos preços que não incentivaram os plantios previstos, a produtividade estimada em 4.346 kg/ha, está acrescida em 21,3% o que explica o ganho de produção.

Soja em grão

A produção esperada para a soja em 2010 é de 66,9 milhões de toneladas, 1,2% a mais que a estimada em janeiro. O acréscimo se deve a uma reavaliação positiva de 1,3% no rendimento, devido às condições climáticas favoráveis nos principais centros produtores. No Paraná, 2º maior produtor nacional, a colheita já foi concluída em 20% da área total ocupada com a cultura e o rendimento médio cresceu 1,6% frente a janeiro, atingindo 3.093 kg/ha.

Estimativa de fevereiro em relação à safra 2009 é positiva para 15 produtos

Dentre os 25 produtos selecionados, 15 apresentam variação positiva na estimativa em relação a 2009: mamona em baga (+86,6%), feijão em grão 1ª safra (+23,1%), soja em grão (+17,4%), café em grão (+14,4%), cevada em grão (+11,8%), triticale em grão (+9,9%), trigo em grão (+9,4%), milho em grão 2ª safra (+8,4%), batata-inglesa 2ª safra (+8,4%), cebola (+5,7%), laranja (+4,1%), mandioca (+3,6%), algodão herbáceo em caroço (+2,1%), cana-de-açúcar (+2,0%) e batata-inglesa 1ª safra (+1,1%). Os 10 com variação negativa são: amendoim em casca 2ª safra (-27,7%), feijão em grão 3ª safra (-14,1%), aveia em grão (-10,0%), amendoim em casca 1ª safra (-9,3%), batata-inglesa 3ª safra (-6,1%), feijão em grão 2ª safra (-5,9%), arroz em casca (-5,0%), sorgo em grão (-3,2%), cacau em amêndoa (-2,1%) e milho em grão 1ª safra (-0,4%).

A estimativa de fevereiro para a safra de café é de 2,8 milhões de toneladas (14,4% maior que a de 2009). A área total ocupada com a cultura no país, 2,1 milhões de hectares, apresenta decréscimo de 1,1%. Já o rendimento médio esperado é 1.304 kg/ha, 14,5% maior que o obtido na safra pregressa. Ressalta-se que 2010 é um ano de “safra cheia”, apesar dos problemas observados em Minas Gerais, maior estado produtor.

As principais culturas temporárias de verão, com ênfase para a soja e o milho, tiveram a colheita iniciada, especialmente nas regiões onde o plantio acontece mais cedo. Os próximos levantamentos acompanharão a colheita da safra de verão e o desenvolvimento das segunda e terceira safras de alguns produtos, além das culturas de inverno, ainda baseadas em projeções.

Notas:

1 Caroço de algodão, amendoim, arroz, feijão, mamona, milho, soja, aveia, centeio, cevada, girassol, sorgo, trigo e triticale.

2 Em atenção a demandas dos usuários de informação de safra, os levantamentos para Cereais, leguminosas e oleaginosas, ora divulgados, foram realizados em estreita colaboração com a Companhia Nacional de Abastecimento - Conab, órgão do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, continuando um processo de harmonização das estimativas oficiais de safra, iniciado em outubro de 2007, para as principais lavouras brasileiras.

Ricardo Bergamini
ricoberga@terra.com.br
rbfln@terra.com.br
http://ricardobergamini.orgfree.com/

 
6982
Loading. Please wait...

Fotos popular