Pravda.ru

Notícias » Negόcios


Dilma: Bolsa Família terá reajuste e salário minímo irá superar os R$ 600 em 2011

03.11.2010 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

A presidente eleita Dilma Rousseff concedeu uma entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, em Brasília, e apontou alguns dos rumos que seu governo irá tomar a partir de 1º de janeiro.


A petista falou aos jornalistas após o primeiro encontro oficial com o presidente o Lula e descartou anunciar o dia em que divulgará o nome de seus ministros e, entre outros assuntos, destacou o possível retorno da CPMF à pauta do Congresso. Não pretendo enviar ao Congresso a recomposição da CPMF. Eu terei diálogos com os governadores. Dos governadores há este processo (de retomar a pauta). Do governo federal não — afirmou Dilma.


Salário-mínimo e bolsa família
Dilma Rousseff afirmou ainda que o salário mínimo e o benefício pago pelo Programa Bolsa Família terão reajustes nos próximos anos. Ela avaliou como positivo o critério até então adotado pelo governo de reajustar o salário mínimo com base na inflação e no Produto Interno Bruto (PIB) do ano anterior.


Dilma lembrou, entretanto, que o país enfrentou uma crise econômica que afetou o PIB de 2009, fazendo com os números se aproximassem de zero. Caso o cenário de PIB crescente se mantenha, a previsão, segundo Dilma, é que o salário mínimo ultrapasse os R$ 600 em 2011 e os R$ 700 em 2012.


Sobre o Bolsa Família, Dilma reiterou que pretende alcançar 100% de cobertura, mas admitiu dificuldades no cadastro das famílias pelas prefeituras.


Dilma nega pressão do PMDB sobre distribuição de cargos
Sobre a relação com o PMDB na montagem da equipe, Dilma declarou que o novo governo será pautado por uma concepção de partilha, e que em nenhum momento foi pressionada pelos peemedebistas na busca por cargos.


— Esse é um governo que se pautará por partilhas e não por processo de construção de uma equipe única — afirmou. Segundo ela, as iniciativas do PMDB têm sido em favor dessa concepção "sem conflitos", e destacou o papel de seu vice, Michel Temer. Dilma acrescentou que não antecipará a equipe de governo de forma fragmentada.


— Vou anunciar os nomes com muita tranquilidade e não cometeria a temeridade de apresentar nomes individuais — disse a futura presidente.
Lula pede que oposição não faça com Dilma política da vingança. Ao discursar depois do primeiro encontro com Dilma Rousseff, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu que a oposição tenha um papel diferente na gestão da candidata eleita do PT.


— (Espero que), dentro do Congresso Nacional, a oposição não faça com a Dilma o que fez comigo: a política da vingança.
Para Lula, a oposição precisa saber diferenciar os interesses nacional das brigas partidárias.


— (Peço que) a oposição, a partir de 1º de janeiro, olhe mais pelo Brasil e torça para o país dar certo.
Eleições de 2014
Lula comentou a possibilidade de a presidente eleita, Dilma Rousseff, concorrer a um segundo mandato no próximo pleito, daqui a quatro anos.


— Ela sabe o que tem que fazer e tem todo o direito de, em 2014, ser candidata outra vez. Eu sabia que tinha data para entrar e data para sair. É como contrato de aluguel. Dia 1º [de janeiro], tenho de dar o fora — disse

http://www.construindoumnovobrasil.com.br/index.php/cnb/noticia/dilma_bolsa_familia_tera_reajuste_e_salario_minimo_ira_superar_os_r_600_em_/

 
3439
Loading. Please wait...

Fotos popular