Pravda.ru

Sociedade » Incidentes

Argentina recorda os 10 anos do falecimento de Néstor Kirchner

31.10.2020
 
Argentina recorda os 10 anos do falecimento de Néstor Kirchner. 34264.jpeg

Argentina recorda os 10 anos do falecimentos de Néstor Kirchner

Buenos Aires, 27 out (Prensa Latina) Argentina recorda hoje 10 anos da partida física do falecido ex-presidente Néstor Kirchner, cuja luta é sentida em centenas de jovens que continuam seu legado.

Há mais de uma semana tem se observado as homenagens em memória do nono presidente após a volta à democracia neste país (1983), através de várias organizações políticas e movimentos sociais que durante toda esta jornada destacam sua trajetória política e luta pela justiça social.

'Néstor vive', repete-se uma e outra vez na rede social twitter onde seu nome é tendência e muitos prestam homenagem a um homem que marcou para sempre a história deste país austral e hoje continua movendo a militância que acredita em uma Argentina melhor.

 

Entre as múltiplas iniciativas desta terça-feira, destaca-se a atividade liderada por seu outrora chefe de governo, o presidente Alberto Fernández, que participará da inauguração da estátua que se encontrava na sede da Unasul em Quito e a partir de agora estará no hall do Centro Cultural Kirchner.

Na antiga Escola de Mecânica da Armada, na parte da noite, será transmitida ao vivo na página Youtube.com/sdhargentina, a exibição de uma animação sobre a fachada do imóvel chamado Quatro Colunas.

Trata-se de um dos primeiros edifícios a ser construído e atualmente conta com uma parede de vidro, com os rostos de todos os desaparecidos presos durante a ditadura.

Outro dos momentos mais significativos será a convocação da Frente de Todos à chamada Caravana das Mil Flores, que se realizará em paralelo em diferentes praças do país, a partir de 18:00 hora local e terá seu epicentro na praça de Maio.

Deslocando-se em carros, a expectativa é que centenas de pessoas cheguem ao lugar com flores em homenagem a essa frase que o ex-presidente costumava repetir, 'que floresçam mil flores', em referência a seu desejo de multiplicar a militância.

Tenham claro que quando nos atacam, nos atacam não pelas coisas que fizemos mal ou pelas que não fizemos ainda, nos atacam pelas coisas que fizemos bem, não nos perdoam ter resgatado o princípio da justiça na Argentina e terminado com a impunidade, disse Kirchner em um dos tantos discursos onde defendeu sempre o direito à justiça e à igualdade.

http://www.patrialatina.com.br/argentina-recorda-os-10-anos-do-falecimentos-de-nestor-kirchner/

 


Fotos popular