Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Cidade do Sexo no Rio de Janeiro

19.07.2006
 
Pages: 12

- Assim como a questão do comércio ilegal de drogas, o mundo paralelo do sexoé uma realidade crescente que gera muito dinheiro, não se apuram impostos e produz grande cadeia de atividades ilícitas com soluções cada vez mais remotas. O projeto pode regulamentar os que trabalham informalmente com sexo e analisar melhor esse universo. E haverá um maior controle da prostituição infantil - afirma o cantor.

O artista plástico Marcio Botner, diretor da galeria A Gentil Carioca e professor da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, discorda da forma como o prefeito trata o tema, tentando enquadrá-lo num espaço cenográfico, como fez com a Feira de São Cristóvão e o Camelódromo:

- Agora ele quer enquadrar o sexo. O sexo deve ser feito com liberdade e não numa cerca controlada. Ele deveria aproveitar para discutir de forma geral e irrestrita o assunto, promovendo mais educação sexual, distribuindo camisinhas e dizendo como o sexo é bom em liberdade e com responsabilidade.

Para Botner, parece que nesse projeto Cesar Maia só quer panfletar a idéia do sexo sem se aprofundar na questão.

- O Brasil tem craques na arte erótica, como Ernesto Neto, Laura Lima, Marcia X., Tunga, Cabelo, Rosângela Rennó, Franklin, Cassaro, Rozana Paladian e Jarbas Lopes. Mas do jeito que o projeto está, nenhum artista plástico com um trabalho sério se enquadraria na proposta - diz o professor do Parque Lage.

Pages: 12