Author`s name Timothy Bancroft-Hinchey

Contra a homofobia

Governo do Estado do Rio presta assistência à vítima de homofobia no Arpoador e pede que vítimas denunciem violência contra LGBT

14101.jpegO estudante Douglas Marques, baleado no dia 15 de novembro no Parque Garota de Ipanema (Arpoador) após participar da 15ª Parada do Orgulho LGBT-Rio, está recebendo suporte do Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEAS/DH-RJ), através da Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos. Além de solidariedade, o órgão do Governo do Estado prestará apoio jurídico à família do rapaz, através do Centro de Referência de Promoção da Cidadania LGBT. O caso é investigado pelo delegado Fernando Veloso, da 14ª DP (Leblon).

O Superintendente Cláudio Nascimento - que na manhã de quinta-feira (18 de novembro) apresentou os serviços prestados pelo Estado e acompanhou o jovem ao Hospital Miguel Couto - faz um apelo às pessoas que presenciaram a violência no Arpoador e à população em geral: "As testemunhas têm seu sigilo e privacidade assegurados. Casos sem prova material dependem de testemunho. Calar-se contribui para que a impunidade vença a luta contra a homofobia ou qualquer outro tipo de violência. Compreendemos que muitos têm medo de se expor, mas é necessário um espírito de solidariedade de todos para que crimes como esse não continuem ocorrendo", explica.

A Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos (SuperDir) é a responsável pela execução do Programa Rio Sem Homofobia - conjunto de ações estratégicas visando a promoção da diversidade sexual e da cidadania LGBT dentro do Governo e entre a sociedade fluminense. Dentre os serviços oferecidos pela SuperDir, está o Centro de Referência de Promoção da Cidadania LGBT (um na cidade do Rio e outro em Nova Friburgo) - um espaço de acolhimento de vítimas de violência de natureza homofóbica, de orientação sobre direitos civis e de apoio psicológico e jurídico. Quem quiser esclarecer dúvidas, receber orientações ou mesmo denunciar, pode também entrar em contato com a SuperDir pelo serviço Disque Cidadania LGBT (0800 0234567).


Márcia Vilella | Diego Cotta (SuperDir)

Diego Cotta

Jornalista

www.target.inf.br

www.consciencia.net

MSN: diegocotta_ufrj@hotmail.com

GTalk: diegocotta@gmail.com

Twitter: @cotta_news