Author`s name Timothy Bancroft-Hinchey

Rússia captura piratas somalis

Um navio de guerra russo capturou na costa somaliana, suspeitos de pirataria, no começo dessa semana.

Vremya Novostei disse que os comandantes do navio e os diplomatas enfrentam dificuldades legais em entregar os suspeitos em alguns dos estados do litoral de Aden.

O contratorpedeiro almirante Panteleyev apreendeu na terça-feira um barco que carregava 29 pessoas, suspeitos de terem atacado um petroleiro russo que passava pelo Golfo a caminho a Singapura, disse o ministério de defesa russo na quarta-feira.

A Rússia não tem nenhum acordo com nações regionais que permitiriam que entregassem os suspeitos.e também não têm nenhuma embaixada na Somália, de onde vêm a maioria dos detidos.

" Nós temos que garantir que não todas questões legais e práticas sejam resolvidas, " disse o orador oficial Andrei Nesterenko do ministério dos negócios estrangeiros.

A pirataria é punível, sob a lei russa, com prisão entre cinco e 15 anos, e uma multa de 500.000 rublos ($15.000)

No barco aonde estavam os suspeitos, os oficiais russos encontraram, sete espingardas de assalto Kalashnikov, diversos revólveres, equipamento de navegação, combustível, e de um grande número cartuchos gastos, " disse o ministério da defesa.

"Isto nos leva a acreditar que estes piratas poderiam estar envolvidos em dois ataques mal sucedidos ao petroleiro".