Author`s name Timothy Bancroft-Hinchey

Estamos diante de um drama humanitário de conseqüências incalculáveis

"OS dados são bem eloqüentes. No ano de 2005, pagávamos para importar uma tonelada de arroz US$250; agora pagamos US$1.050, quatro vezes a mais. Por uma tonelada de trigo pagávamos US$132; agora pagamos US$330, duas vezes e meia a mais. Por uma tonelada de milho pagávamos US$82; agora pagamos US$230, quase três vezes a mais. Por uma tonelada de leite em pó pagávamos US$2.200; agora US$4.800. É uma situação perversa e insustentável".

Assim expressou o vice-presidente cubano Esteban Lazo ao intervir na Cúpula Alimentos para a Vida, realizada em Manágua, com a participação dos presidentes da Nicarágua, Bolívia, Equador, Haiti, Honduras, São Vicente e as Granadinas e Costa Rica, assim como os chanceleres da Venezuela, El Salvador, México e Guatemala.

Os participantes resolveram declarar-se em emergência para potenciar a produção de alimentos no momento em que há altos preços no mercado mundial.

Fonte: GRANMA