Pravda.ru

Mundo

Entrevista completa com Kent Mesplay

02.03.2008
 
Pages: 123


Bem, obrigado pela entrevista. O Partido Verde é um partido verdadeiramente internacional. O leitor é encorajado a ler sobre nossos valores chaves: descentralização, paz e não-violência, justiça social e saúde do ambiente. Nos Estados Unidos nós estamos numa altura crítica em que nosso governo desliza em direção ao totalitarismo de certa maneira, que é invisível a muitas pessoas. Por causa do temor promulgado por nossos "líderes" outro acontecimento do tipo 9/11 podia ser usado como uma desculpa para impor a lei marcial e cancelar a eleição presidencial. Muitas pessoas aqui não compreendem quantos dos nossos direitos como cidadãos desapareceram sob o regime atual de Bush. Necessitamos de perestroika e glasnost, estilo americano, aqui nos EUA: reestruturando e franqueza.


Primeira parte

1. Como nós vemos, o sistema está actualmente contra terceiros partidos. Que etapas são necessárias para quebrar o sistema de dois partidos?


O primeiro passo será permitir aos candidatos tempo igual e acesso a cobertura de meios de comunicação. Agora mesmo, a maioria de cobertura é comprada pelos candidatos bem sucedidos. Ser candidato às eleições é uma questão de dinheiro, com apoio fornecido pelos comitês nos dois partidos e as corporações (por exemplo debates são controlados pelas corporações). Por isso, receber o dinheiro é importante, por campanhas financiadas publicamente. Em vez dos contribuintes financiarem estas campanhas de publicidade, seria melhor termos leis de acesso justas. Também, tendo representação proporcional e votação preferencial tal como I. R. V. ajudará a melhorar a representação e acesso de partidos alternativos.


2. Por que você pensa que os eleitores americanos são reticentes de colocar o voto nos candidatos que não sejam Republicanos ou Democratas?


As pessoas que são repugnadas com a política neste país não votam (um voto silencioso, invisível contra o sistema). O caminho para a frente deve ter uma campanha rapidamente móvel que comece a ver como pode ter êxito. É possível mas improvável que os verdes sejam eleitos. Atualmente, há mais que 200 verdes eleitos. Estas tendem a ser posições locais, incluindo prefeitos/presidentes da Câmara. Os eleitores votarão para um "underdog" (o candidato com menos peso) mas somente se este parece que pode fazer algo. Assim, há uma possibilidade de eleger um presidente ou um senador verde, mas é pouco provável sob o sistema atual. Uma boa ideia seria uma campanha de protesto massivo utilizando celebridades.

3. Os meios de comunicação fazem exposição difícil para os candidatos de terceiros partidos. Você não pensa que esta situação deve ser abordada legalmente?


Sim. Nader e outros têm processos a decorrer, por exemplo acerca da obstrução de um candidato em Pensilvânia e na obstrução ilegal da campanha de Nader por operativos do Partido Democrático em 2004. É praticamente ilegal participar na política neste país fora da estrutura dos dois partidos.


4. Os problemas com o sistema eleitoral nos EUA deixam muito a ser desejado quando este país pregoa a outras nações sobre a democracia. Por favor comentar sobre a fixação da administração "para espalhar a liberdade e a democracia"


"Liberdade e democracia" é uma retórica usada pelo governo dos EUA, uma linha barata que vende, comprando o apoio de supostos patriotas que são realmente os que, por sua falta de pensamento crítico, vendem a alma deste país. Nosso país invade e depois se proclama o "good guy" (o bom da fita). É não só "mundialmente" : dentro dos EUA acontece também.


5. O que seria sua primeira ordem como Presidente dos Estados Unidos relativamente ao aquecimento global e a dependência em petróleo? Também, o uso de urânio empobrecido, não é um desastre ecológico de enormes proporções?


Os EUA precisa de declarar um estado de emergência e usar todos os recursos disponíveis para melhorar nossa eficiência de energia e mover-se inteiramente na direcção da energia sustentável e renovável. Só não temos isso hoje porque os grandes negócios e o Estado andam de mãos dadas. Nosso governo é dirigido por corporações.

Nader disse recentemente que cada filial de nosso governo é dirigido pelos negócios: mesmo o departamento de labor. Nosso governo está no limiar do fascismo, e eu quero dizer isso no sentido lato do termo que denota uma confluência perigosa do negócio e do governo, especialmente a respeito do negócio da guerra. Sim, eu concordo inteiramente a respeito do uso do urânio empobrecido: outro assunto "verboten" nos EUA.

Segunda parte

Quanto aos casos internacionais, que é sua posição sobre o escudo anti-míssil proposto dos E.U.A. na Europa Oriental?


Eu sou oposto de "ao protetor anti-míssil” proposto pelos EUA na Europa (10 interceptores da defesa contra mísseis na Polônia e um sistema do radar na República Checa). Embora eu acredite na defesa, a maneira em que este programa está sendo discutido é ofensivo aos governos e aos povos da Rússia, aos contribuintes nos EUA e o Irão.


Evidentemente a Rússia não quer ser rodeada por forças dos EUA. Para que isto funcione, os EUA e a Rússia teriam que submeter-se a um programa comum do comando e do controle, com Polônia e a República Checa. E agora se coloca a questão, “e depois?”, especialmente depois da retirada dos EUA em 2001 do tratado dos mísseis anti-Balísticos.

Pages: 123

Fotos popular