Author`s name Lulko Luba

Outra vez os Jogos Olímpicos envolvidos em jogos políticos

 Mais uma  vez os Jogos Olímpicos estão envolvidos nos jogos políticos. O presidente da Comissão Europeia (CE), Durão Barroso, manifestou-se, esta terça-feira, contra um eventual boicote aos Jogos Olímpicos de Pequim.

 Entretanto o presidente francês veio a público criticar a forma como a China tem reprimido os manifestantes tibetanos e não excluiu a possibilidade de boicotar a cerimónia de abertura dos Jogos, contrariando posições já assumidas por outros dirigentes europeus.


O chefe do Executivo comunitário apelou aos 27 Estados-membros da União Europeia (UE) para que definam uma «posição conjunta» em relação ao conflito entre a China e o Tibete.
«Não estamos de forma alguma seguros que qualquer eventual boicote levasse a um maior respeito pela lei da China ou no Tibete. De forma alguma», afirmou Durão Barroso.


O Presidente da República português, Cavaco Silva, por seu turno, já anunciou que não estará presente na cerimónia de inauguração, muito embora tenham sido avançadas apenas razões de agenda. Em 1980 e 1984 Os Jogos foram boicotados respectivamente por EUA e Rússia.