Author`s name Timothy Bancroft-Hinchey

Brasil: Análise da Produção Agrícola

Em setembro, a estimativa da safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas1, indica uma produção da ordem de 145,3 milhões de toneladas2, superior em 9,1% à obtida em 2007 (133,1 milhões de toneladas). Esse volume é superior 151.930 toneladas ao previsto em agosto. O acréscimo (0,1%) decorreu das reavaliações nos dados das culturas de inverno, notadamente o trigo. Em relação a área a ser colhida, o aumento foi de 4,2% frente a área colhida de grãos em 2007, situando-se em 47,3 milhões de hectares. Dentre as culturas investigadas que ocuparam as maiores áreas em 2008, destacam-se a soja (com 21,3 milhões de hectares), o milho (14,4 milhões de ha) e o arroz (2,9 milhões de ha). O somatório das safras destes três produtos representa 89,9% da produção nacional estimada de grãos .

Base: Setembro de 2008

Em termos absolutos, regionalmente, a estimativa de produção de cereais, leguminosas e oleaginosas está assim distribuída: Região Sul (60,9 milhões de toneladas), Centro-Oeste (50,4 milhões de toneladas), Sudeste (17,6 milhões de toneladas), Nordeste (12,5 milhões de toneladas) e Norte (3,8 milhões de toneladas).

Produção Agrícola 2008 – estimativa de setembro em relação à safra 2007

Dentre os 25 produtos analisados, 18 apresentaram variação positiva na estimativa de produção em relação ao ano anterior: amendoim em casca 1ª safra (38,8%), arroz em casca (9,2%), aveia em grão (14,4%), batata-inglesa 1ª safra (0,3%), batata-inglesa 2ª safra (24,1%), batata-inglesa 3ª safra (4,8%), cacau em amêndoa (3,2%), café em grão (28,3%), cana-de-açúcar (13,7%), feijão em grão 2ª safra (37,2%), feijão em grão 3ª safra (4,6%), laranja (0,4%), mamona em baga (40,5%), milho em grão 1ª safra (10,6%), milho em grão 2ª safra (18,4%), soja em grão (3,4%), sorgo em grão (38,2%) e trigo em grão (37,5%). Foram verificadas variações negativas nos seguintes produtos: algodão herbáceo em caroço (-2,2%), amendoim em casca 2ª safra (-5,9%), cebola (-1,5%), cevada em grão (-2,8%), feijão em grão 1ª safra (-8,7%), mandioca (-1,2%) e triticale em grão (-10,0%).

Com a reavaliação das estimativas, a produção de cana-de-açúcar chegou a 623.102.780 toneladas, que representa um crescimento de 13,7% em relação a 2007. A expansão da área em 12,1%, reflexo dos novos projetos que estão sendo implantados no país para atender a demanda de álcool, foi a principal responsável pelo aumento da produção. Porém, a produtividade também vem crescendo nos últimos anos com a introdução de novas variedades e novas tecnologias. A estimativa para São Paulo, responsável por 58,9% da produção brasileira (367,2 milhões de toneladas), mostra um crescimento de 12,1% na produção em relação a 2007.

Ainda em relação à safra colhida em 2007, Minas Gerais destaca-se no café, 1º produtor nacional, com 44,6% de acréscimo na produção. Os números do Espírito Santo mostram as conseqüências da estiagem verificada em 2007, apresentando decréscimo na produção de 1,4% no total produzido no estado. Os demais estados grandes produtores de café continuam confirmando acréscimos de produção, como São Paulo (59,6%), Rondônia (27,0%), Bahia (10,5%) e Paraná (53,9%). Com relação à área colhida ou a colher, as variações frente a 2007, são: Minas Gerais (+1,9%), Espírito Santo (-2,1%), Bahia (+3,2%), São Paulo (+1,1%), Rondônia (-1,3%) e Paraná (-0,5%). A produção total do país deve apresentar crescimento de 28,3% em relação a 2007. O rendimento médio nacional deve subir 27,7% e a área colhida ou a ser colhida deve chegar ao final da colheita com acréscimo de 0,5%.

Produção Agrícola 2008 – estimativa de setembro em relação a agosto

Em relação a agosto, no Levantamento Sistemático da Produção Agrícola3 de setembro destacam-se as variações nas estimativas de produção dos seguintes produtos: cana-de-açúcar (5,4%), trigo em grão (3,9%), aveia em grão (2,0%), feijão em grão 3ª safra (1,9%), café em grão (0,2%) e soja em grão (-0,1%).

AVEIA em grão – O incremento de 2,0% na produção de aveia foi decorrente, notadamente, do ganho de 1,5% no rendimento médio, aliado ao incremento de 0,5% verificado na área a ser colhida. Esse resultado foi influenciado pelo Paraná, que reajustou a área e o rendimento em 2,5% e 3,1%, respectivamente. A figura a seguir mostra as Unidades da Federação informantes de aveia e a porcentagem da variação frente à estimativa anterior.

CAFÉ em grão – Com a colheita próxima do final, a estimativa realizada em setembro para a safra nacional a ser colhida em 2008 totaliza 46,4 milhões de sacas de 60 kg (2.786.801 t), maior 0,2% que a de agosto. Destaca-se novamente a produção de Minas Gerais, que subiu 0,3% em relação ao mês passado, aumentando a produção mineira em 70.950 sacas (4.257 t). No Espírito Santo, a estimativa de setembro em relação a agosto não apresentou alteração. Em apenas três importantes estados produtores, como Rondônia, Minas Gerais e Paraná, como pode ser observado no gráfico a seguir, foram registradas algumas alterações positivas frente ao levantamento do mês anterior.

CANA-DE-AÇÚCAR – Para o mês atual aguarda-se uma produção nacional de 623,1 milhões de toneladas, superior 5,4% à estimada em agosto, com um aumento de 3,8% na área destinada a colheita. Esta variação positiva naestimativa de produção, conforme figura a seguir, deve-se, principalmente, às novas informações de São Paulo, maior produtor nacional, além das alterações observadas em Alagoas e Mato Grosso.

FEIJÃO em grão 3ª safra – Em relação ao mês anterior, a estimativa de produção do feijão terceira safra registrou um incremento de 1,9%, decorrente de reavaliações na área a ser colhida em Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso. A figura a seguir ilustra o rol das principais Unidades da Federação produtoras do feijão 3ª safra e as variações ocorridas em relação a agosto.

SOJA em grão – Nesta estimava, a produção recorde de soja foi de 59,9 milhões de toneladas mostrando, relativamente ao mês passado, uma redução de 0,1% como conseqüência dos ajustes realizados com o fechamento da safra do produto no Mato Grosso. A figura a seguir apresenta o ranking da produção das principais Unidades da Federação informantes e a variação em relação ao mês anterior.

TRIGO em grão – No levantamento desse mês avalia-se uma produção de 5,6 milhões de toneladas com um rendimento médio de 2.380 kg/ha, ocupando uma área de 2,4 milhões de hectares. Comparativamente ao mês anterior, a produção atual aumentou 3,9% em função da reavaliação do rendimento médio da cultura, com acréscimo de 4,8%. Todas os estados da Região Sul, que representam 92,6% da produção nacional de trigo, promoveram reavaliações positivas. A ocorrência de chuvas, geadas e granizo, de uma maneira geral, não afetaram significativamente as lavouras. A figura a seguir representa o rol das principais Unidades da Federação produtoras do trigo em grão e a porcentagem da variação frente à estimativa de agosto.

Notas:

1 caroço de algodão, amendoim, arroz, feijão, mamona, milho, soja, aveia, centeio, cevada, girassol, sorgo, trigo e triticale.

2 Em atenção a demandas dos usuários de informação de safra, os levantamentos para Cereais, leguminosas e oleaginosas, ora divulgados, foram realizados em estreita colaboração com a Companhia Nacional de Abastecimento - Conab, órgão do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, continuando um processo de harmonização das estimativas oficiais de safra, iniciado em outubro de 2007, para as principais lavouras brasileiras.

3 O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) é uma pesquisa mensal de previsão e acompanhamento das safras dos principais produtos agrícolas, cujas informações são obtidas por intermédio das Comissões Municipais (COMEA) e/ou Regionais (COREA); consolidadas em nível estadual pelos Grupos de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias (GCEA) e posteriormente, avaliadas, em nível nacional, pela Comissão Especial de Planejamento Controle e Avaliação das Estatísticas Agropecuárias (CEPAGRO) constituída por representantes do IBGE e do Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (MAPA).

Fonte IBGE

Ricardo Bergamini
ricoberga@terra.com.br
rbfln@terra.com.br
http://paginas.terra.com.br/noticias/ricardobergamini