Author`s name Lulko Luba

Operação policial em Setúbal

A Polícia da Segurança Pública  ( PSP) confirmou hoje a detenção de um homem de 57 anos que durante 13 horas manteve quatro reféns na dependência bancária do Banco Espírito Santo em   em Setúbal, após uma intervenção táctico-policial realizada com êxito.


Segundo refere o comunicado divulgado pelo subintendente da PSP, Jerónimo Torrado, a operação policial foi decidida às 3h35 tendo em vista a libertação dos quatro reféns - dois clientes e dois funcionários do banco - e a neutralização do sequestrador.

"Esta acção decorreu com êxito, tendo sido possível entrar no edifício, libertar os reféns e deter o sequestrador sem que este tivesse tido qualquer possibilidade de reacção", disse o subintendente Torrado, do comando Distrital da PSP de Setúbal.


 Questionado pelos jornalistas, o intendente Magina da Silva, revelou que o contacto com o sequestrador começou ao princípio da tarde, após a chegada do primeiro negociador da PSP, mas que se resumiu a alguns "contactos esporádicos e muito curtos".

 "O sequestrador recusou sistematicamente os contactos com os negociadores", afirmou Magina da Silva, que se escusou a confirmar que tivesse sido efectuado um pedido de resgate de 100 mil euros.

Público

Subscrever Pravda Telegram channel, Facebook, Twitter