Author`s name Timothy Bancroft-Hinchey

Calçado brasileiro segue na mira do mercado russo

As 25 marcas brasileiras participantes da 4ª Missão Comercial Rússia, que ocorreu de 6 a 8 de junho no Radisson Royal Hotel, deixam Moscou com boas expectativas de negócios para os próximos meses. A iniciativa, promovida pelo Brazilian Footwear, programa de promoção das exportações brasileiras de calçados, uma parceria entre Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), teve como pontos fortes a abertura de mercado para as empresas estreantes e o reforço de contatos comerciais e novas oportunidades de negócio para as empresas que já atuam no mercado.

Ainda para o segundo semestre de 2016, a expectativa é de que os negócios alinhavados durante a Missão alcancem US$ 4,7 milhões a partir da comercialização de mais de 430 mil pares de calçados femininos, masculinos e infantis. Durante os três dias de showroom, as empresas realizaram, no total, 166 contatos com clientes, sendo 76 novos.

Apesar do momento econômico ainda não tão favorável do país, a boa aceitação e reconhecimento do mercado russo em relação ao calçado brasileiro vem sendo percebida ano após ano. "Embora tenhamos tido uma grande oscilação cambial nos últimos anos, a continuidade da presença das marcas brasileiras no mercado russo desde 2013, inclusive com um maior número de empresas a cada ano, mostra ao país a seriedade do trabalho que estamos desenvolvendo aqui", afirma Ruisa Scheffel, analista de Promoção Comercial da Abicalçados. "Certamente é algo que conta a favor da credibilidade das marcas brasileiras e, mais do que isso, posiciona o showroom como um evento que já faz parte do calendário dos compradores russos", acrescenta Ruisa.

Presente no mercado russo de forma estruturada há mais de cinco anos, a Beira Rio já colhe frutos do trabalho que vem realizando junto a distribuidores e canais de e-commerce no país. "Já é possível perceber a visibilidade conquistada por marcas como Moleca e Beira Rio junto aos clientes. O aumento da competitividade do calçado brasileiro em 2015, motivado pela alta do dólar, impulsionou a demanda por parte de grandes redes, recuperando o interesse de empresas russas no Brasil não somente em calçados de couro, mas de todos os segmentos", afirma Rodrigos Matos, representante da Beira Rio para o Leste Europeu. "Apesar de já termos contatos de longa data na Rússia, a presença da empresa na Missão Comercial é sempre importante para aumentarmos a confiança desses clientes, além, é claro, de ser uma oportunidade de abrirmos novos contatos", completa Matos.

Para Alexandre Salomão, gerente de exportação da calçados Sollu, a Missão Comercial cumpriu as expectativas da marca, que fez contatos promissores durante os três dias de showroom. "A Rússia é um mercado potencial para a empresa. Temos convicção de que as linhas que oferecemos têm espaço no mercado no país, apesar do rigoroso inverno russo", afirma. Segundo Salomão, a marca de calçados masculinos, que participou da Missão pela primeira vez, tem pretensão de seguir investindo na abertura do mercado. "Avaliamos esse primeiro contato com a Rússia, oportunizado por essa Missão Comercial, como muito positivo, especialmente em termos de contatos para negócios futuros", avalia.

Também estreante no mercado, a fabricante de calçados infantis Pampili encerrou o terceiro dia de rodadas de negócios com boas perspectivas quanto aos próximos passos da marca no país. "Para a Pampili, a Rússia ainda é um mercado de abertura, mas que já tratamos como prioridade devido ao grande potencial que enxergamos para a marca no país. Os compradores que vieram ao showroom se mostraram muito interessados no produto, o que só comprova que estamos no caminho certo", afirma Lismeire Santos, coordenadora de Negócios Internacionais da empresa.

Agenda

Durante o primeiro dia da Missão Comercial, as empresas participantes assistiram a um seminário preparatório sobre o mercado local, que contou com palestras que trouxeram dados da economia russa, tendências e perfil de consumo do país. Além disso, os calçadistas assistiram à apresentação de um dos principais players do comércio on-line russo, o La Moda, que falou sobre oportunidades e desafios para as empresas brasileiras. Os últimos três dias foram de rodadas de negócio em um showroom exclusivo, com agendamento prévio a partir de um serviço de matchmaking. Também no primeiro dia foi realizado o Photocall, evento de relacionamento com formadores de opinião, como jornalistas e blogueiros.

Participaram da ação as empresas e as marcas Rider, Ipanema, Grendha, Zaxy, Cartago, Vizzano, Beira Rio, Moleka, Molekinha, Modare, Sapatoterapia, Capodarte, Dumond, Itapuã, Kildare, Sollu, Jorge Bischoff, Loucos & Santos, Ferracini, Werner, Lia Line, Sua Cia, OFF Line, Pampili e Stéphanie Classic

Fonte:

08/06/2016

Apex-Brasil, agência do Ministério do Comércio Exterior do Brasil.