Author`s name Timothy Bancroft-Hinchey

Balanço dos empresários russos no projeto Imagem Brasil de Bagé e Porto Alegre

Os empresários russos Igor Oskolkov e Ivan Goncharov foram honrados pelo Projeto Imagem Brasil no decorrer de quase uma semana em Porto Alegre e Bagé, percorrendo a FARSUL, a CASA RURAL, o SENAR, o Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento, as Estâncias Santa Maria e Guatambu, a Embrapa Pecuária Sul e a 97ª Expofeira de Bagé da Associação Rural dessa cidade.

Uma turma de jornalistas internacionais que acabou sendo amiga no final desses 6 dias de convívio tendo como sedes o Hotel Master Palace Senhor dos Passos do Centro de Porto Alegre e a Pousada do Sobrado de Bagé, acompanhou o evoluir desse relacionamento que fiz progredir o Projeto Imagem Brasil – Hereford & Braford.

Uma van lotada foi sempre o nosso veículo com a realidade rural do Rio Grande do Sul indo de um berço para o outro dessas duas raças. Sob chefia do Secretário Executivo do Projeto Imagem Brasil, Fernando Schwanke e o Méd. Vet. Guilherme Dias tudo deu certinho a cada dia segundo a programação planejada com antecedência que já tínhamos informado no PRAVDA LUSÓFONO.

É bom salientar que todos aqueles que estamos veiculizando ainda informações dessa missão russa no Brasil fôramos os colegas chineses da Agência de Notícias Xinhua (Agência Estatal com 28 mil funcionários) com sucursal no Rio de Janeiro e tendo como correspondentes no evento, o Liu Ning, a Bi Yuming e o Song Weiwei, o Oscar Julio Centurión do Jornal Última Hora de Assunção do Paraguai, o Jorge Alonzo – Diretor do Programa VTV Rural do Canal Cabo VTV de Uruguai com divulgação nem só no Uruguai senão no mundo todo pela Direct TV e da Charrua TV na net e como felizmente continua acontecendo na América, o PRAVDA LUSÓFONO sempre com este correspondente coordenando atividades que são aceitas e compartilhadas com os nossos leitores pelo Diretor Geral em Lisboa, Dom Tímothy Bancroft Hinchey.

O nosso roteiro em Porto Alegre deu início com a bem-vinda da FARSUL, a CASA RURAL e o SENAR mostrando um clipe do Projeto Imagem Brasil em inglês no primeiro andar do prédio, que após todos termos cumprimentado, o anfitriões ofereceram para os visitantes presentes tais como um faca para churrascos encerrando logo com desejos de boa estada «carimbados» com uma caipirinha antes de pegar o elevador rumo ao quinto andar para saborear as diferentes carnes típicas brasileiras e confraternizar mais duas horas. Nesse caso foram nossos anfitriões os senhores Carlos Rivaci Sperotto e Gedeão Silveira Pereira, como Presidente e Vice da FARSUL – Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul; senhor Alexandre Geiss Sperotto como representante do Centro do Agronegócio da CASA RURAL ; o senhor Carlos Alberto Schütz com o cargo de Superintendente do SENAR bem como o senhor Taylor Favero Guedes – Chefe da Divisão Técnica do SENAR e o Gilmar Tietböhl como representante da Secretaria do Estado do Rio Grande do Sul na área dos agronegócios.

Cedinho de manhã a turma toda pegou a nossa «parceira» VAN e como despedida de Porto Alegre, antes de sair rumo á Bagé para continuar nossa agenda, visitamos o Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento e fomos recebidos pelo Méd. Vet. Bernardo Todeschini, que além de Fiscal Federal Agropecuário é Chefe do Serviço de Sanidade Agropecuária, acabou contribuindo com uma palestra técnica ótima de olho na imprensa e de jeito específico para os empresários russos. Logo veio um circuito turístico que acabou incluindo as redondezas dos Estádios Beira-Rio e Olimpíco, dos times Internacional e Grêmio e um almoço em uma churrascaria na frente da Estação Farroupilha. A primeira noite em Bagé foi acompanhando o lançamento da 97ª Expofeira Rural de Bagé, organizada pela Associação Rural dessa cidade tendo como encerramento o discurso do Presidente, Senhor Eduardo Moglia Suñé quem recebeu abraços e bate-palmas daqueles que estão surgindo nesse ambiente agora pois foi ele o criador de um espaço para os mais «mocinhos» que vão ser os destaques do futuro.

Falando em destaques, um jornalista Rogério Mendelski foi um deles nessa cerimônia e fora a grande experiência no ambiente do jornalismo brasileiro, uma frase incrível foi o ser cartão de apresentação que no mínimo cativou este correspondente: «As fraldas e os políticos teriam que ser trocados sempre pelas mesmas razões».

As nossas visitas nas duas Estâncias aconteceram em dias extremamente diferentes, a primeira na Santa Maria ocorreu com um sol batendo mesmo acima de nós mostrando uma realidade distante e tanto daquela que acabou ocorrendo dia seguinte na Estância Guatambu embaixo de uma chuvarada constante, negócio que para uma visita de avaliação dos russos com certeza foi importante o convívio com essas duas faces do campo brasileiro.

Quanto á visitação feita na Estância Santa Maria, foram umas três horas percorrendo com Jeep e Todo-Terreno os trilhos naturais que eles iam deixando acima do gramado do lado do qual, surge o alimento do gado, ficando logo rente dos rebanhos, conhecendo a maquinaria que aprimora as quase 11 mil hectares até fechar o circuito voltando no casco da Estância, com mais uma recepção do proprietário Eng. Agr. Gedeão Avancini Pereira, com as flâmulas russa, chinesa, paraguaia e uruguaia «vestindo» a mesa do almoço como aconteceu desde o início na FARSUL até o final do roteiro na Churrascaria «La Marca».

O nosso dia ia continuar á noite, em mais uma recepção também organizada pelo anfitrião da Estância Santa Maria, Med. Vet. Gedeão Silveira Pereira (pai do Eng. Agr. Gedeão Avancini Pereira) mas desta vez na residência dele no centro da cidade de Bagé. Quase todos os criadores Hereford & Braford participaram junto com a turma de jornalistas e empresários russos do evento.

Logo veio a visita á Estância Guatambu em Dom Pedrito, tendo como palestrantes e guias da turma o Med. Vet. e Diretor Administrador Valter José Pötter e suas filhas Eng. Agr. Gabriela Hermann Pötter – Diretora da Vinícola «Rastros do Pampa» e a Advogada Isadora Hermann Pötter, responsável do assunto jurídicos da Estância. O circuito da turma dentro da Estância encerrou além das duas da tarde com churrasco de cordeiro e ovelha extremamente saboroso junto com um vinho sauvignon da vinícola. O sucesso da visita e o sentimento de conforto dos visitantes foi tanto assim que o empresário russo Ivan Goncharov acabou pedindo para a tradutora para que a turma toda arvorasse uma copa como parte do agradecimento pela acolhida.

Veio logo a percorrida pela 97ª Expofeira Rural de Bagé andando e conhecendo os currais e o leilão dos maiores destaques da raça HEREFORD no Pavilhão destinado para o evento desde o início de decênio de 1970.

A tradutora bielo-russa Volha (Olga) Taukachova foi nosso grande apoio para manter um contato absolutamente descontraído com os dois empresários russos no decorrer do evento todo e de jeito particular na hora de montar a reportagem que vamos compartilhar com os nossos leitores logo.

De manhã cedinho, já na Seg. 12 de Outubro, e fora o feriadão que acabaram comemorando os brasileiros, o jornalista mineiro da EMBRAPA PECUÁRIA SUL, Breno Lobato, profissional e tanto, esteve ao nosso dispor e foi nosso guia na visita ás instalações desse Departamento da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.

Quase no final do nosso roteiro, visitamos as instalações de um dos Haras mais importante do Brasil, «Old Friends» e até tivemos o privilégio de assistir o nascimento de uma potranca. O último degrau da escada no eixo das quatro da tarde dessa segunda 12 de Outubro, visitando a Estância Paraíso do Ricardo Zuliani que foi lugar para amostragem dos benefícios do sistema « Techno System» para juntar o gado de abate, destinado a melhor forragem disponível para ele.

Na Segunda 12 de Outubro, encerrando o evento e o feriadão em louvor á Padroeira do Brasil, Nossa Senhora da Aparecida, a churrascaria «La Marca» de Bagé lotada foi o cantinho escolhido para nossa despedida com música do uruguaio Julio Froz que cantou músicas brasileiras gaúchas, uruguaias e paraguaias típicas no decorrer da noitada de confraternização internacional da turma.

A partir de agora pode conferir a reportagem aos empresários russos Igor Oskolkov e Ivan Goncharov.

PRAVDA: Quais são as empresas que o Igor e Ivan são Diretores na Rússia e como aconteceu esse relacionamento com a APEX e PROJETO IMAGEM BRAZIL na Rússia?

IVAN: Eu represento a empresa AGRORESOURCE e o objetivo da nossa empresa é a compra de gado para a entrega na Rússia e tudo quanto está envolvido com a logística do gado dentro da Rússia , como o transporte interno, desembarque dos navios, o tempo de repouso do gado e entrega dele até o produtor. Na atualidade, nós estamos trabalhando com gado vindo da Austrália e além disso de jeito específico a gente leva gado Hereford na Rússia. Nós recebêramos o convite da APEX BRASIL a participar neste evento de exposição e com grande prazer temos aceite o convite pois é importante verificar por si próprios o potencial do Brasil nesta área, conhecer o assunto das possíveis entregas do gado na Rússia, ter contato com o potencial dos criadores, e montar nossa própria opinião quanto ao Brasil, e também falar do que acontece na Rússia no Brasil e estamos tentando fazer a nossa parceria mais provável. Por enquanto estamos agradecendo as empresas que estão nos recebendo pela oportunidade, e ficando no aguardo que este relacionamento continue progredindo para gerar uma parceria no decorrer dos próximos anos entre os nossos países.

IGOR: Eu represento a empresa EURO AGROUNION, que é uma das mais antigas empresas de entrega de gado de raça para agrônomos russos, gado da Europa, e como no caso do Ivan, estou aqui para conhecer a pecuária no Brasil, e com o objetivo de encontrar um novo mercado para compra de gado de raça e comercial.

P: Quanto é que vocês conheciam do Brasil?

IGOR: Na verdade, quanto ao Brasil, a gente sabia muito pouco, pois não tínhamos relacionamento comercial na pecuária e agricultura entre o Brasil e a Rússia, e tendo chegue no Brasil, fiquei muito surpreso pois a natureza do Brasil, de jeito específico neste Estado, é muito favorável em prol da agricultura, e da a oportunidade de receber boas safras e com rebanhos ótimos.

IVAN: Nós visitamos duas fazendas e ficamos com uma impressão muito favorável delas, e as pessoas que trabalham com pecuária no Brasil estão fazendo isso com muita cabeça, com extrema atenção e responsabilidade e sem dúvida gostariam ter parceiros com eles. Nós temos agora alguns assuntos á resolver que estão impedindo trabalhar essas tais parcerias e acho que assim que consigamos resolvê-los, com certeza a parceria de compra e entrega de gado para a Rússia vai começar.Quantooassunto do protocolo veterinário entre os dois países seja resolvido para fazer progredir o negócio, entram os assuntos técnicos, no mundo todo o gado transportado entre dois países seja pelo meio de transporte que for escolhido, então resolvendo a questão do protocolo veterinário, as questões técnicas, não se tornam uma dificuldade muito grande.

IGOR: No início, para que a exportação de gado do Brasil para Rússia aconteça, ainda não temos o protocolo veterinário entre os nossos países e sem protocolo veterinário o progredir nessa área além de ter um gado ótimo, é impossível. Mas temos tendências positivas para que isso aconteça pois vender carne do Brasil para a Rússia, tem como. Os produtos pecuários também daria para exportar, então quanto ao gado também poderíamos tentar fazer um protocolo conjunto, que pode ser resolvidos pelos próprios Governos federais e não pelas empresas comerciais. Só logo é que vão começar trabalhar os comerciantes.

P: Qual foi o sentimento quanto a acolhida que o pessoal do PROJETO IMAGEM BRASIL, envolvendo todos os que participaram ofereceram para vocês?

IGOR: Pode ter certeza que estamos muito agradecidos pela acolhida recebida. Acabou sendo uma recepção muito aconchegante para nós pois em cada uma das Estâncias fomos recebidos como parte da própria família deles. Foi tudo importante para conhecer a pecuária desse país, conseguindo assim repassar até os nossos fazendeiros, salientando o alto potencial genético e pecuário da região PAMPA.

IVAN: Não posso dizer que esta recepção foi para mim uma surpresa muito grande, foi apenas confirmação do meu pensamento que as pessoas que na verdade trabalham na terra, que estão tão perto com a natureza, eles são mais abertos e donos de um jeito de ser muito aconchegante, bem mais do que as pessoas que moram nas grandes metrópoles, nas grandes cidades e ficam muito longe da natureza. E tendo chegue aqui no Brasil, acabei confirmando que tudo aquilo que imaginei aconteceu na hora. E acho que foi o instante no qual confirmei que russos e brasileiros são extremamente semelhantes no jeito de ser.

P: Fora o assunto do gado em si próprio, achei que ficaram com muito interesse por uma balança para gado que encontraram na Expofeira Rural de Bagé.Quais foram os outros alvos que tiveram?

IGOR: Quando eu vi a balança eu gostei muito dela,pois faz a tarefa com os rebanhos bem mais fácil. Na Rússia não temos soluções analógicas como essa. Tudo quanto temos que chega no mercado vem de fora a divisa. Vamos ver...mais alguma coisa? Infelizmente tecnologia de vocês quanto a criação de gado, não consegue-se implantar na Rússia. Mas o gado de vocês é ótimo, muito bom. Quanto as balanças, fixadores e toda nova tecnologia, sabíamos muito pouco da brasileira e estamos tentando abrir agora para a nós.

IVAN: Nós temos interesse em tudo quanto tem a ver com o gado, como o caso das balanças e os fixadores para trabalhar com o gado, as máquinas para transporte e os aparelhos para cuidar dele e tem muitos países dos estes produtos chegam na Rússia. Aliás tudo vai depender das condições e o preço para entrega. Nesse caso, se tiver vantagens quanto aos outros, nós vamos considerar essas ofertas e repassar para os nossos clientes. Também estamos nós assessorando quanto ás colheitas. Mas muitas empresas que têm tentado entrar no mercado da Rússia não têm nem a metade do potencial que o Brasil tem. E o Brasil tendo esse potencial enorme, se mostra muito passivo nesse segmento, e desejamos um posicionamento bem mais ativo dos produtores brasileiros tentando mostrar os produtos que eles têm aqui.

P: Quais sãos os problemas a resolver para fazer progredir os negócios logo desta visita? Acharam interessante a visita no Ministério da Agricultura e a palestra do Méd. Vet. Bernardo Todeschini?

IVAN: Nós sabíamos muito pouco do Brasil na Rússia e quanto você se relaciona com as pessoas na Rússia, ouve-se muitos falar das doenças muito serias do gado na América Latina então a nossa visita no Ministério da Agricultura, e a conversa detalhada com o veterinário para deixar o gado saudável nessas todas as situações, no meu caso, fiquei muito surpreso e juro eu não sabia que tivessem feito um trabalho tão sério assim quanto ao assunto.

Alguns sites de interesse das empresas envolvidas nesta missão:

EURO AGROUNION COMPANY LTD. – www.eac-agro.ru

AGRO RESOURCE LTD. – www.agroresource.com

CASA RURAL – www.casaruralrs.com.br

DEPTO. AGRICULTURA E AGRONEGÓCIOS DO RIO GRANDE DO SUL – www.seapa.rs.gov.br

FARSUL – FEDERAÇÕO DA AGRICULTURA DO RIO GRANDE DO SUL – www.senar-rs.com.br

FARSUL – FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA DO RIO GRANDE DO SUL – www.farsul.org.br

ESTÂNCIA SANTA MARIA – www.estanciasantamaria.com.br

ESTÂNCIA GUATAMBU – www.estanciaguatambu.com.br

POUSADA DO SOBRADO – BAGÉ - www.pousadadosobrado.com.br

HARAS BEST FRIENDS – www.oldfriends.com.br

EMBRAPA PECUÁRIA SUL – www.cppsul.embrapa.br

ASSOCIAÇÃO RURAL DE BAGÉ – www.ruralbage.com.br

REDE VTV RURAL e CHARRUA TV – www.charruatv.com.uy

JORNAL ÚLTIMA HORA – PARAGUAI – www.uhora. com.py

Fotos: (De esq. á dir.) 1- Ivan Goncharov (tomando cimarrão), Olga Taukachova e Igor Oskolkov - 2 – Igor Oskolkov (oculos), Olga Taukachova e Ivan Goncharov no hall do hotel.

Gustavo Espiñeira

Correspondente PRAVDA.ru

Montevidéu – Uruguai