Pravda.ru

Sociedade » Incidentes

Dentista sequestrado tirou uma bala por canivete

25.10.2007
 
Dentista sequestrado tirou uma bala por canivete

Um cirurgião dentista foi seqüestrado de Indaiatuba (102 km a noroeste de São Paulo) e obrigado a retirar com um canivete uma bala de revólver do pescoço de um homem, em Campinas (SP) na tarde de domingo (21). O dentista teve o veículo invadido por três homens. Eles o obrigaram a entrar em uma favela localizada no bairro de Campo Belo 1, periferia de Campinas (95 km a noroeste de São Paulo).

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o médico foi mantido em um barraco da favela e foi obrigado a fornecer os cartões de banco e as senhas aos criminosos, escreve A Folha de São Paulo.

O cirurgião disse à Polícia Civil que logo depois os criminosos voltaram ao barraco com outros dois homens, um deles baleado no pescoço. Ao ver o ferimento, o cirurgião se identificou como profissional da área de saúde e recomendou que eles procurassem um hospital para tirar a bala.

Os criminosos teriam se negado a ir até um hospital e forneceram apenas um canivete ao médico e ordenou que ele tirasse a bala. Ainda de acordo com a Polícia Civil, os criminosos teriam ameaçado o cirurgião de morte caso a retirada da bala desse errado.

O médico conseguiu tirar a bala mas foi obrigado a permanecer durante 12 horas no barraco. Só no início da madrugada de segunda-feira (23) o cirurgião foi liberado. Os criminosos devolveram o seu veículo, cartões e senhas de banco. De acordo com a Polícia Civil, não foram realizados saques nem compras. Os criminosos não foram identificados.


Loading. Please wait...

Fotos popular