Pravda.ru

Sociedade » Incidentes

Falso padre ofereceu ajuda a várias paróquias do Porto e Braga

22.06.2007
 
Falso padre ofereceu ajuda a várias paróquias do Porto e Braga

Um falso padre foi retirado do altar pela polícia portuguesa durante a ceremónia de baptizado. Aconteceu numa igreja na freguesia de Areias, no concelho de Santo Tirso, no passado sábado.

 Quando o homem disse: «Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo», a polícia agarrou nele, conta a edição desta sexta-feira (22) do Jornal de Notícias.

 "Foi uma coisa alucinante. Parecia uma cena de um filme".

Sandra Azevedo, mãe do menino de quatro meses que acabou por receber o baptismo pelas mãos do pároco da freguesia, não esconde que ficou "em estado de choque".

Dada a impossibilidade de o padre local realizar o ritual religioso no passado fim-de-semana - "tinha outros compromissos" -, Sandra e o marido optaram, com a anuência daquele, por chamar outro clérigo.

Segundo a SIC, o individuo, que dizia chamar-se João Amorim, fazia-se passar por padre há alguns anos e ofereceu ajuda a várias paróquias do Porto e Braga, tendo celebrado vários casamentos, funerais, baptizados e missas sempre que os párocos locais não tinham possibilidade de o fazer. Segundo o JN, chegou até a celebrar um casamento na Sé de Braga.

Dizia que pertencia a uma congregação religiosa e que tinha estado em Angola, tendo regressado a Portugal para se curar da Malária. Nos últimos anos, ajudava o padre de uma paróquia da Trofa, tendo realizado várias missas. Um mestrado que estaria a realizar em Roma, explicava o porquê de só aparecer de vez em quando.

O falso padre foi levado para a esquadra da PSP de Santo Tirso, mas, segundo a SIC aguarda em liberdade para ser presente a juiz.


Loading. Please wait...

Fotos popular