Pravda.ru

Sociedade » Curiosidades

A festa do Halloween. O triunfo do mal no mundo

30.10.2006
 
A festa do Halloween. O triunfo do mal no mundo

Dentro da magia, existem oito grandes cerimônias durante o ano, que é dividido em treze meses de vinte e oito dias cada um, mais um dia, formando assim o calendário lunar, adotado pelas seitas, irmandades e tradições de magia. Essas oito festas, chamadas de Sabaths, são divididas em dois grupos: As festas maiores e as festas menores.

Dentro do grupo das menores estão datas específicas, como o dia de ação de graças ou a páscoa, por exemplo. As festas maiores, ou Principais Sabaths, são ligados às datas naturais, ou troca de elementos da natureza, que são os equinócios e solstícios de verão, inverno, primavera e outono. O nome desses grandes rituais mágicos são Imbolc, Beltain, Lughnasadh e Samhain.

Samhain é o dia do Halloween, comemorado no dia 31 de outubro, considerada a noite mais longa do ano, celebrado na Inglaterra, com a entrada das estações frias. Esta data é para os Druidas e Celtas, o início da Estação das Trevas, e era o último dia permitido para se fazer qualquer colheita, porque esta noite era a separação entre o mundo dos vivos e o mundo dos mortos.

Muitos rituais eram feitos para afugentar espíritos maus das lavouras, para que a terra não fosse amaldiçoada e pudesse produzir normalmente no ano seguinte. Surgiram aí grandes rituais de evocação demoníacas, pedindo que esses “espíritos”, demônios, viessem e “abençoassem as casas, lavouras e animais.

Na noite de Halloween as crianças se fantasiam com vestes de bruxas, diabos, duendes, caveiras etc., e saem às ruas brincando de “doces ou travessuras”. Essa prática diabólica faz nossas crianças passarem por uma torrente de maldição tão grande, que possivelmente se elas não encontrarem ao Senhor Jesus, jamais voltem a ser as mesmas pessoas, em suas vidas.

Veja alguns dos simbolismos da Festa do Halloween:

ABOBORA COM ROSTO - Esta vem de uma lenda que um homem notório chamado Jack, morreu e foi-lhe negado a entrada tanto no céu como no inferno. Condenado a viver perambulando pela terra como uma alma penada, ele colocou uma brasa brilhante num grande nabo oco, para iluminar o seu caminho à noite. Este talismã virou abóbora que simboliza Jack.

VELAS - Interessante que neste dia é usada muitas velas marrons e alaranjadas e você pode imaginar que isto não tem nada a ver com nada. Em um dos rituais feitos pelas bruxas neste dia, as cores de velas usadas são MARRONS e LARANJAS. Coincidência?

USO DO PENTAGRAMA - O pentagrama tem sido usado como amuleto por muitos, mas ele é um símbolo básico da feitiçaria. É o ponto central do trabalho de encantamento e geralmente é colocado sobre ou na frente do altar.

PESCAR MAÇÃS EM UM TONEL - Esta antiga prática veio de adivinhar o futuro. O participante que obtinha sucesso poderia contar com a ajuda dos espíritos para a realização amorosa com a pessoa amada.

PEDIR DOCES - Esse costume veio da tradição Irlandesa, quando um homem conduzia uma procissão para angariar contribuições dos agricultores, afim de que suas colheitas não fossem amaldiçoadas por demônios. Um paralelo que podemos fazer é que as crianças representam os demônios, porque elas saem pedindo doces e uma frase é dita: "Doces ou travessuras"?". O que acontece se elas não conseguem os doces? Elas fazem as travessuras. Se você pensar um pouco, o agricultor pedia alguma coisa para dar de oferta aos demônios.

GATO PRETO - Os gatos eram objeto de adoração e estavam presentes nessa festividade. Acreditava-se que após um período de silêncio com a busca da meditação, o próprio diabo aparecia na forma de um gato preto.

A festa é comemorada com as fantasias semelhantes as da estória. Os Irlandeses e os Escoceses herdaram-na e posteriormente os americanos, que a espalharam pelo mundo por onde passavam, inclusive para o Brasil.  


Loading. Please wait...

Fotos popular