Pravda.ru

Sociedade » Cultura

Trio de André Matos na sua última performance em 2008

16.12.2008
 
Trio de André Matos na sua última performance em 2008

Chapitô, amanhã, dia 17 de Dezembro às 22h00 - O guitarrista André Matos actua com Demian Cabaud no contrabaixo e Alexandre Frazão na bateria, no Chapitô, na próxima quarta feira dia 17 de Dezembro.

Aos 27 anos, André Matos, o mais jovem guitarrista a conquistar um lugar no cenário do jazz internacional, é um livre pensador que combina o jazz moderno com a atitude e humor do rock moderno, criando aquilo que pode ser considerado o “jazz alternativo”. Esta será a última oportunidade para ouvir este ano o jovem músico que diz gostar de sair das regras que ele próprio se impôs.

Como traço característico, o músico considera: “Tenho uma certa ingenuidade que não é ingénua. Tento fazer sempre novo, apagar o que está feito, mesmo comparando o que faço hoje com o que já toquei. Gosto de escrever melodias simples, tiradas daqui e dali, mas também sinto atracção por coisas mais contemporâneas – neste momento, a minha música reflecte este dilema.”

O novo CD de composições inéditas - “Rosa Shock” - uma edição da Tone of a Pitch, é constituído integralmente por composições de André Matos e foi gravado em Lisboa.

Sobre o recente álbum "ROSA-SHOCK"...

"Andre Matos, at 27, is the latest young guitarist to take aim at the international jazz scene from the strategic port of Lisbon and its effervescent Tone of a Pitch imprint. Like his labelmates, Matos is a free thinker. He combines modern jazz with the attitude, mood and tinge of modern rock and creates what could be termed "alternative" jazz, but not the kind that manipulates Nirvana covers. Both in writing and execution, Matos takes more than literal ownership of his alternative." from ALL ABOUT JAZZ.

"André Matos faz uso inventivo e criterioso dos pedais para criar ambientes diferenciados e os temas, embora comunguem de uma mesma estética, evitam habilmente a monotonia. Recomenda-se em particular "Lisboa for Beginners", que desperta envolto em névoa impressionista e acaba banhado em Sol, e ficaria a matar nos iPods de quem gosta de vaguear por esta cidade." from TIME OUT Lisboa.

Imago


Loading. Please wait...

Fotos popular